Inicio » Mais Seções » Famosos » Morre o ator e humorista Jorge Loredo, o Zé Bonitinho

Morre o ator e humorista Jorge Loredo, o Zé Bonitinho


Reviewed by:
Rating:
5
On 27 de março de 2015
Last modified:27 de março de 2015

Summary:

Morre o ator e humorista Jorge Loredo, o Zé Bonitinho

Morre o ator e humorista Jorge Loredo, o Zé Bonitinho

Morreu nesta quinta (26), por volta das 6h30, o ator e humorista Jorge Loredo, mais conhecido como o Zé Bonitinho.
O "perigote das mulheres" faleceu nesta quinta - Divulgação
O “perigote das mulheres” faleceu nesta quinta – Divulgação

O ator de 89 anos estava internado no Hospital São Lucas, na Zona Sul do Rio de Janeiro desde o último dia 3 de fevereiro, onde ficou em estado grave.

Segundo boletim médico, a causa da morte foi falência múltipla de órgãos.
Loredo atuou como ator dividindo o banco da famosa “Praça da Alegria”, na década de 70, com outros grandes humoristas como Chico Anysio, Moacyr Franco e Ronald Golias.
Enquanto outros já tiveram atrações próprias, Jorge sempre sobreviveu como codjuvante e seu personagem mais marcante foi o Zé Bonitinho.
Dono de vários bordões, como “Hello mulheres do meu Brasil varonil”, e conhecido como o “perigote das mulheres”, Zé Bonitinho foi inspirado em um amigo de Jorge metido a garanhão. Foi daí que o humorista pegou os trejeitos e marcas registradas, como o de cantar todas as mulheres e parar em frente ao espelho para pentear o bigode.
Jorge Loredo já era famoso no final dos anos 50, quando interpretava o mendigo filósofo na “Praça da Alegria”. Mas somente na década de 60 se consagrou como Zé Bonitinho.
Foi nos anos 90, na “Escolinha do Professor Raimundo”, que o personagem se popularizou em todo o Brasil e depois atuou na “Escolhinha do Barulho” e “A Praça é Nossa”, onde ficou por mais de uma década e estava afastado por quase dois anos.
Em nota, o SBT lamentou a morte de Jorge Loredo, a quem chamou de funcionário até hoje, mesmo não gravando há um bom tempo.

Em depoimento emocionado, Carlos Alberto de Nóbrega comentou: “Para mim, Jorge Loredo foi um colega de trabalho exemplar, pois mesmo doente, ele chegava ao SBT, ia até o ambulatório para receber oxigênio e, assim que podia, fazia sua gravação. Retornava ao ambulatório para mais uma sessão de oxigênio e em seguida voltava ao Rio de Janeiro aonde residia. Respeitávamos essa atitude porque essa era a vontade dele. Loredo irá nos fazer muito falta”.

O ator e humorista deixa dois filhos.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).



EV SSL Certificate