Inicio » Cultura MOC » Cultura Moc – Espetáculo no Corredor Cultural homenageia obra de Elthomar Santoro

Cultura Moc – Espetáculo no Corredor Cultural homenageia obra de Elthomar Santoro


Reviewed by:
Rating:
5
On 6 de maio de 2015
Last modified:6 de maio de 2015

Summary:

Cultura Moc - Espetáculo no Corredor Cultural homenageia obra de Elthomar Santoro

Cultura Moc – Espetáculo no Corredor Cultural homenageia obra de Elthomar Santoro

Cultura Moc - Espetáculo no Corredor Cultural homenageia obra de Elthomar Santoro
Cultura Moc – Espetáculo no Corredor Cultural homenageia obra de Elthomar Santoro

Nesta sexta-feira, 8 de maio, artistas, amigos e parceiros que conviveram com o compositor, poeta, cantor e homem do teatro Elthomar Santoro Júnior, se reúnem para celebrar sua obra musical. 

A homenagem, como não poderia deixar de ser, terá a forma de um espetáculo musical, com a participação dos músicos e intérpretes Macim da Gaita, Jobert Narciso, Ismoro da Ponte, André Águia, Ricardo Vianna, Álvaro Vicente, Aroldo Pereira, Brown Marques, Deborah Rosa, Deusdeth Rocha, Karla Celene, Marcílio Maia e Sholmes Souto. 

A apresentação, que promete ser imperdível, acontecerá no Corredor Cultural Padre Dudu, a partir das 20 horas, com acesso gratuito. 

O evento é uma realização da Prefeitura de Montes Claros, através da Secretaria de Cultura, e tem apoio da 4.5, Vianna Studios, Gráfica São Geraldo e W & W Vídeo Produções.  

ELTHOMAR – Elthomar Santoro nasceu em Sâo João da Ponte. Na infância e juventude, residiu em Montes Claros, Belo Horizonte e Rio de Janeiro. Na década de 1980, retornou a Montes Claros, onde residiu com toda a sua família, até seu encantamento, em setembro de 2014.  

Atuou na cena rock brasileira através do movimento punk, com a Banda do Lixo, formada em Belo Horizonte e que tocou em várias partes do Brasil. Escreveu e produziu livros alternativos e espetáculos teatrais, tais como o polêmico “O caso das galinhas do prefeito”.  

Como compositor, gravou vários CD’s. Várias de suas composições se espalharam por todo o país, ao serem gravadas por inúmeros intérpretes, sendo a “Rapariga do Bonfim” a mais conhecida delas, tendo, inclusive, mais de 30 gravações, em diferentes versões. Essa canção já faz parte do imaginário coletivo nacional: em rodas de amigos, é cantada espontaneamente, por diferentes gerações.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).



EV SSL Certificate