Inicio » Nacional » Três milhões de brasileiros estão com hepatite C, diz ONG

Três milhões de brasileiros estão com hepatite C, diz ONG


Reviewed by:
Rating:
5
On 14 de março de 2016
Last modified:14 de março de 2016

Summary:

Três milhões de brasileiros estão com hepatite C, diz ONG

 

No Brasil, a estimativa é a de que há 3 milhões de portadores crônicos de hepatite C. Em todo o mundo são 150 milhões. Em contrapartida, a média de diagnósticos é de apenas 150 mil casos por ano.

Três milhões de brasileiros estão com hepatite C, diz ONG
Três milhões de brasileiros estão com hepatite C, diz ONG

“Ou seja, existem muitos infectados silenciosos por aí que não sabem que estão contaminados e são infectantes, transmissores do vírus”, adverte o médico Rômulo César Coelho Leite, que já realizou cinco campanhas educativas em Governador Valadares.

Nas ações, a população é incentivada a buscar o diagnóstico, e os médicos a notificarem a doença. Durante o trabalho, feito em parceria com a Sociedade Brasileira de Hepatologia com o nome “Procura-C”, os pacientes realizam os exames e os positivos recebem tratamento gratuito.

“É preciso ter acesso ao diagnóstico e tratamento antes de desenvolver a cirrose”, reforça.

C TEM QUE SABER

A ONG “C Tem Que Saber, C Tem Que Curar” tem parceria com especialistas, médicos e serviços de referência, como universidades e hospitais.

Até hoje, a ONG promoveu mais de 300 mil ações de orientação e encaminhamento de pacientes, oferecendo um milhão de testes rápidos. Ao todo, 70 milhões de cartilhas foram distribuídas. Eventos internacionais foram feitos na Colômbia, China, Índia e Estados Unidos, dentre outros países.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).