Inicio » Últimas » MG – Patrão oferece R$ 500 para empregada abortar e acaba assassinado

MG – Patrão oferece R$ 500 para empregada abortar e acaba assassinado

MG – Patrão oferece R$ 500 para empregada abortar e acaba assassinado

Um idoso de 79 anos foi assassinado ao oferecer R$ 500 para que a empregada fizesse um aborto em Lajinha, na Zona da Mata mineira. Indignado com a proposta, o pai da criança assassinou o patrão da mulher com golpes de foice nesse sábado (24/12/2016).

MG - Patrão oferece R$ 500 para empregada abortar e acaba assassinado
MG – Patrão oferece R$ 500 para empregada abortar e acaba assassinado

 

O corpo de José Alves foi encontrado com várias lesões dentro de casa, na rua Benedito Sebastião da Cruz, no distrito da Prata. Em conversa com os policiais, populares lembraram que, em data anterior, o idoso se desentendeu com o suspeito de 24 anos.

Uma equipe começou a fazer buscas pelo casal e encontrou o jovem. A princípio, ele negou o crime e disse que, ao saber que Alves tinha proposto que a sua companheira tirasse a criança, foi até a casa do idoso no dia 9 de dezembro, onde foi recebido a tiros pela vítima.

Depois disso, ele  não teria mais encontrado o homem. No entanto, ao ser encontrada e indagada do que teria acontecido, a mulher de 33 anos confirmou que o patrão tinha pedido para que ela largasse o marido para viver com ele. Porém, para manter o emprego, ela precisaria abortar e, para isso, o idoso ofereceu uma quantia para ajudar no procedimento.

Sem que o companheiro esperasse, a dona de casa disse à corporação que o marido saiu de casa por volta das 8h e retornou quatro horas depois vestindo outras roupas. Nervoso, ele contou o crime para mulher.

Sem saída, o suspeito confessou o homicídio e foi preso em flagrante e encaminhado à Delegacia de Plantão de Manhuaçu, cidade vizinha.

Aborto

Segundo a PM, a mulher deu entrada no Pronto Atendimento Municipal (PAM) no dia 21 com dores abdominais. Foi constatado que ela teve um aborto espontâneo. O tempo de gestação não foi divulgado.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).



EV SSL Certificate