Últimas Notícias

Montes Claros – No HU, Escola Ciranda da Vida incentiva a difusão do folclore em semana especial para crianças

Montes Claros – No HU, Escola Ciranda da Vida incentiva a difusão do folclore em semana especial para crianças

Oferecer às crianças em tratamento na unidade o acesso a atrações culturais e de entretenimento, além da oportunidade de vivenciarem o folclore brasileiro e regional.

Montes Claros - No HU, Escola Ciranda da Vida incentiva a difusão do folclore em semana especial para crianças
Montes Claros – No HU, Escola Ciranda da Vida incentiva a difusão do folclore em semana especial para crianças

 

Com este objetivo, a Escola Hospitalar Ciranda da Vida, do Hospital Universitário Clemente de Faria (HUCF/Unimontes), promoveu a Semana do Folclore, com oito dias de atividades, encerradas nessa segunda-feira (28/8).

A programação contou com diversas atividades, entre manifestações culturais retratadas por brincadeiras, contação de histórias, lendas, danças e artes. A unidade atende, em média, 150 crianças e acompanhantes por mês.

“Foi um momento muito rico, de troca de experiências culturais e aprendizado, visto que várias crianças atendidas pela Pedagogia Hospitalar são de cidades diferentes da nossa região. Criamos a oportunidade para que cada um falasse um pouco de sua cultura e das manifestações culturais da sua região de origem”, ressalta a coordenadora da Escola Hospitalar “Ciranda da Vida”, Vilma Oneide Dias.

Durante a semana, as crianças e os acompanhantes assistiram à peça teatral “História de Montes Claros e Suas Lendas”, com o Projeto nas “Trilhas da Leitura”, da Secretaria Municipal de Educação de Montes Claros. Foram promovidas oficinas de “Contação de História”, com a Professora Neucira Durães.

Outra atração foi o Grupo Folclórico Zabelê, do Conservatório Estadual de Música Lorenzo Fernandez. Também foram apresentados os bonecos que representam as figuras folclóricas de cidades do Norte de Minas. Inspirados a partir de oficinas da Unimontes com o grupo Giramundo, as peças fazem parte do acervo do Museu Regional do Norte de Minas (MRNM), instalado e administrado pela Universidade no antigo Casarão da antiga Fafil.