NordVPN 75% OFF

Vaga no Bolso
Inicio » Educação » Enem 2018 » Montes Claros oferece cursinho pré-Enem comunitário

Montes Claros oferece cursinho pré-Enem comunitário

Montes Claros oferece cursinho pré-Enem comunitário

Um grupo de estudantes de graduação do Instituto de Ciências Agrárias da UFMG (ICA), em Montes Claros, integra o Cursinho Comunitário do ICA, projeto de extensão que visa preparar, gratuitamente, candidatos de baixa renda para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Montes Claros oferece cursinho pré-Enem comunitário
Montes Claros oferece cursinho pré-Enem comunitário

 

De acordo com o vice-diretor do ICA e coordenador do projeto, Helder dos Anjos Augusto, a ideia é alcançar um público que tem poucas oportunidades de usufruir um direito garantido pela Constituição Federal: o de acesso à educação. “O projeto partiu da iniciativa dos estudantes, e a Universidade abraçou a ideia. O objetivo é criar condições para jovens carentes ingressarem na universidade pública federal”, explicou Helder.

As aulas seguirão até a semana que antecede a prova do Enem. O curso será realizado no Centro de Atividades Didáticas e Acadêmicas (CAAD), campus regional da UFMG, de segunda a sexta-feira, no período noturno. O projeto conta com 19 professores, a maioria graduandos do ICA, que atuam voluntariamente.

O púbico-alvo é formado por moradores dos bairros próximos ao campus. Parte dos 60 estudantes selecionados para participar neste ano cursa o ensino médio na Escola Estadual Helena Prates, do bairro JK; outra parte é formada por jovens indicados pela Associação Village Ativo, do bairro Village, e por colaboradores e servidores da UFMG e seus filhos.

Na aula inaugural, realizada na última segunda-feira, 2, o professor do ICA Maximiliano Soares fez palestra sobre os desafios no processo de escolha do curso universitário. Ele falou sobre competência e aptidão e mostrou aos alunos do projeto exemplos de profissionais bem-sucedidos em suas opções profissionais.

Para a comunidade
Luis Henrique Assunção, 21 anos, e Isabela Paroles Martins, 19, ambos do curso de Zootecnia, estão à frente da equipe organizadora do projeto. Eles contam que a ideia do curso surgiu do desejo de atuar em benefício da comunidade, propondo melhorias sociais com a participação de outros estudantes da UFMG.

“Começou com uma ideia nova e bastante ousada. Trabalhar com pesquisa ou extensão dentro da universidade é uma coisa, mas lidar com o social e envolver a comunidade é uma responsabilidade muito grande”, diz Luis Henrique.

O estudante explica que a intenção é envolver alunos da graduação, a fim de agregar ao currículo uma experiência prática e social. “Um dos nossos objetivos é o amadurecimento dos estudantes do ICA como seres humanos. Acho que vai ser muito gratificante a experiência de interação com a comunidade.”

Isabela veio de Poços de Caldas, no Sul de Minas, para estudar na UFMG. De acordo com ela, sua experiência pessoal inspirou a criação do projeto. “Eu vim de cursinho comunitário, estou na faculdade hoje porque na minha cidade tinha um projeto como este. Estudei em escola pública a vida inteira e, quando cheguei aqui, senti falta disso. As comunidades são carentes, mas os meninos têm uma vontade enorme de estudar”, ela conta.

Helder Augusto explica que o acesso ao campus contribui para que mais jovens do município conheçam a UFMG em Montes Claros e as oportunidades que a instituição oferece. “Esses jovens vão divulgar em suas comunidades de origem de que a Universidade é um espaço público com o qual podem se envolver”, comenta o coordenador do projeto.

Isabela e Luis Henrique destacam ainda que é muito importante que a Universidade seja acessível a diferentes públicos e afirmam que eles e os colegas têm muita vontade de contribuir para a realização dos sonhos dos alunos do cursinho. “Todas as pessoas com quem a gente conversou têm muitos sonhos. Acredito que, como alunos de uma universidade federal, nós temos a missão de apoiar a comunidade”, diz Isabela.

Os dois estudantes de Zootecnia estiveram em Belo Horizonte, em março, para conhecer a experiência da equipe do Equalizar, outro projeto de extensão da UFMG que prepara gratuitamente para o Enem.

*Amanda Lélis / Cedecom Montes Claros

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NordVPN 75% OFF