Inicio » Mais Seções » Gastronomia » Gastronomia – As tendências gastronômicas de 2018

Gastronomia – As tendências gastronômicas de 2018

Gastronomia – As tendências gastronômicas de 2018

A reportagem não cola nos postes anúncios prometendo a volta da pessoa amada em três dias, mas, mesmo assim, faz as suas previsões. O método é sempre o da pesquisa, uma conversa aqui e outra ali, e, sempre, um olhar mais atento no cenário atual. Vertemos essa curiosidade para a comida e elencamos aqui as nossas apostas do que deve se tornar hit gastronômico.

Bolo de churros

bolodechurros (jornalmontesclaros)

Tutano

 

Gordura delicada e pura nos teores que derrete na boca. Se estamos na linha “é o novo…”, tutano é o novo foie gras. Essa gordura presente dentro de alguns ossos bovinos, como ossobuco e stinco, já pode ser tratada como iguaria. O melhor é o preço: nos açougues, pode sair praticamente de graça. Entretanto, os cozinheiros devem ser bons de técnica. Tutano requer redoma, devendo ser preparado com controle de temperatura para manter a gordura em estado sólido.

Comida como cultura
Encabeçado pelo chef Alex Atala, o movimento #eucomocultura quer elevar a gastronomia ao posto de política de cultura pública no País. Já tá na hora, aliás. Existe projeto na Câmara Federal, inclusive. E os foodies vão fazer barulho para que a lei contemple essa categoria cultural. Depois dela, a Lei Rouanet, por exemplo, pode subsidiar projetos de pesquisas sobre o assunto.

Palha italiana

 

Sabe aquele movimento do brownie? Gente vendendo despretensiosamente e se transformando em grandes empreendedores? Tudo indica que investir na produção desse docinho, bastante fácil de fazer, é a bola da vez.

Urbana
Com esse movimento de territorialização da gastronomia, o próximo foco será a comida dos grandes centros urbanos. O que é típico de comida de rua na sua Cidade? Pronto, isso será defendido com unhas e dentes. É o ano da tapioca, do sanduíche grego, do acarajé, do espetinho e do cachorro-quente.

Rabada

rabada (jornalmontesclaros)

 

Arroz de rabada, bolinho de rabada, rabada prensada, ravióli recheado de rabada, ragu de rabada, coxinha de rabada… Vá se preparando.

Empanadas

Empanada

 

No Rio e em Sampa, as ruas já contam com uma espécie de “empanadarias”. Faz parte do conceito de comida de rua, só que de Buenos Aires e Santiago, né? Acho que foi herança da Copa, invasão latina… essas coisas.

Queijo de cabra

queijodecabr1a

 

Esse potencial grego vai reverberar no Brasil, e como não tem lactose tem tudo para agradar. A Fazenda Taperoá, na Paraíba, e o Campo da Serra, em Gravata, faz bons exemplares.

 

Beijinho de coco

beijinho

 

Pitaia

A fruta sensação é a nova lichia. Nasce nos cactos epífitos da caatinga nordestina e de alguns países da América do Sul. Visualmente, lembra uma alcachofra, só que bem rosada por fora e mais ainda por dentro. O sabor lembra… Lembra Pitaia. É bem particular.

pitaya

 

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *