Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias
Curso - Fórmula da Eleição 2020
Inicio » Colunistas » Victor Aragão » Coluna Meio Ambiente em Foco de Victor Aragão – Diferenças básicas entre os ciclones, tornados, furacões e tufões

Coluna Meio Ambiente em Foco de Victor Aragão – Diferenças básicas entre os ciclones, tornados, furacões e tufões

Coluna Meio Ambiente em Foco de Victor Aragão – Diferenças básicas entre os ciclones, tornados, furacões e tufões

Não há dúvidas de que os fenômenos atmosféricos e meteorológicos são temidos e respeitados, sejam eles ciclones, tornados, furacões e tufões. Mas a sociedade, em geral, desconhece suas particularidades, características comuns e quais as informações exatas que os diferem. E você, conhece as diferenças entre os fenômenos chamados de ciclones, tornados, furacões ou tufões?

Com base no Departamento de Física da UFPR, da Somar Meteorologia e do Glossário da Sociedade Americana de Meteorologia, quaisquer ventos robustos – tornados, tufões e furacões –, essencialmente severos, são determinados como ciclones. Nesses, ocorre uma porção de área, geralmente extensa, de baixa pressão atmosférica, contando com uma movimentação veloz de ar, com geração dos chamados ventos convergentes.

Em outras palavras, uma região de elevação de ar quente se forma com os chamados centros de baixa pressão, promovendo na maioria das vezes, a presença de nuvens fortes e precipitações. Com relação aos tornados, são fenômenos que se instauram, comumente, por um período de uma hora, tendo ventos com quase 500 km/h e não menos que 100. Possuem extensões menores de 2 km e se originam através das nuvens de contornos nítidos, definidas no latim como cumulus.

Os temidos furacões carregam consigo diâmetros de centenas de quilômetros e se originam, essencialmente, sobre o dito oceano tropical. Costumeiramente perduram por dias e o processo de diminuição de força acontece ao se encontrarem em terra, nas estruturas continentais. Estudiosos e organizações os classificam como ciclones tropicais intensos, com ventos sempre acima dos 115 km/h. Já os tufões são designados como os furacões ocorrentes na região oeste do Pacífico Norte.

Vale lembrar que, assim como as inúmeras concepções relativas à ciência, sempre existem controvérsias ou mesmo algumas divergências de pensamentos. Algumas informações trazem que os tornados são essencialmente continentais e menores que os furacões, e que as tempestades que ocorrem no Pacífico Sul ou no Oceano Índico são chamadas de ciclones.

 

Victor Aragão
Victor Aragão

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *