Últimas Notícias

Certificações ISO crescem no Brasil e no mundo mesmo durante a pandemia

A ISO (International Organization for Standardization) é uma organização fundada em 1946 e sediada em Genebra, na Suíça, com o propósito de desenvolver e promover normas que possam ser utilizadas por todos os países do mundo. Atualmente existem mais de 24 mil normas internacionais, cobrindo quase todos os aspectos de tecnologia e fabricação de todos os ramos de atividades conhecidos. Deste total, 107 são normas que tratam de diversos temas relativos à gestão empresarial e que podem ser certificadas por um organismo acreditado. A certificação neste caso, é aceita mundialmente. 

A norma de sistema de gestão mais conhecida pelo publico em geral, é a ISO 9001, que aborda a gestão da qualidade, ou seja, como as empresas devem operar a fim de garantir produtos e serviços conformes aos seus clientes, garantindo a sua satisfação, porém, outros temas muito relevantes para o cenário mundial também são tratadas por estas normas, tais como: gestão ambiental, segurança da informação, compliance, antissuborno, eficiência energética, saúde e segurança ocupacional, entre outros temas.

Anualmente, a ISO divulga um relatório oficial com o levantamento das principais certificações de sistemas de gestão no mundo, chamado ISO Survey. Esta pesquisa traz 03 critérios de avaliações, sendo o número de certificados válidos para cada país, o número de locais cobertos pelos certificados para cada país e o número de setores por país cobertos pelos certificados. Na ultima pesquisa publicada, mesmo em meio à pandemia, houve aumento de certificação em todos os temas analisados pela organização, sendo os maiores destaques, a ISO 37001, que é a gestão antissuborno com um aumento de 60% e a ISO 27001, que é a gestão de segurança da informação, com 53% de crescimento. No número global de certificações, o aumento foi de 25%. 

Por que este aumento é relevante?

Uma norma ISO para ser publicada passa por algumas etapas importantes. A primeira delas é a criação de um comitê oficial, formado por representantes especialistas no assunto de diversos países diferentes. Este comitê elabora a norma, que deve atender a padrões internacionais de governança no assunto em pauta, submete à votação e, tendo consenso, a norma é publicada. A cada 05 anos é realizada uma análise para verificar se existe necessidade de alguma alteração no texto elaborado.

O advento das normas ISO representaram um novo capítulo na história da gestão empresarial do mundo, porque um dos pilares desta organização é a acessibilidade, ou seja, ao estabelecer padrões internacionais, todas as organizações, principalmente as pequenas e médias empresas, passam a ter acesso a determinados conhecimentos essenciais que, sem esta publicação, ficariam restritos apenas às grandes corporações devido ao alto custo. 

Com isso, ao padronizar e dar acessibilidade ao entendimento das características desejáveis na governança da empresa, o mercado consegue exigir melhores resultados na produção e consumo de produtos e serviços, isso porque uma norma de sistema de gestão sempre tem uma forte atuação na cadeia de fornecimento, ou seja, quando uma empresa é certificada, automaticamente, as empresas que fornecem para ela também precisam estabelecer altos padrões de governança, trazendo impactos positivos para todo o mercado. 

“É muito comum receber ligação na empresa de consumidores que querem saber se a empresa A ou B é certificada, mostrando que o público também está de olho no que está consumindo”, relata Igor Furniel, CEO da Templum Consultoria.

Certificações mais buscadas no Brasil

Conforme indicado pela pesquisa, a certificação ISO 9001 ainda é a mais procurada pelo mercado brasileiro, com um total de 25.345 sites certificados, seguido da ISO 14001 que trata da gestão ambiental. 

“Conforme tendência de mercado, esperamos que a ISO 27001 tenha um aumento expressivo no Brasil, provocado pela aceleração do processo de transformação digital vivido pelas empresas durante a pandemia, trazendo a necessidade de ter critérios de gestão mais robustos para minimizar o risco de exposição de dados confidenciais e sensíveis”, reforça Igor Furniel.

A ISO Survey é publicada anualmente, em setembro e pode ser considerada como um retrato das tendências de discussões empresariais ao redor do mundo.