Últimas Notícias

Mais de 100 municípios aderem à digitalização de serviços

Em um contexto de revolução digital, os brasileiros já trabalham, estudam, se divertem e pagam as contas em ambientes virtuais. Atento a este fenômeno, o Governo Federal anunciou que 74% dos seus 4,9 mil serviços já estão totalmente digitalizados como parte da Estratégia de Governo Digital 2020-2022. Ao todo, mais de 100 municípios de todo o país já fazem parte da rede formada pelo GOV.BR, que contou com o ingresso recente de São Paulo (SP) e Manaus (AM).

Com a digitalização, além de terem acesso gratuito a ferramentas tecnológicas criadas pelo governo, os municípios passam a integrar um intercâmbio de conhecimento sobre tecnologias e estratégias aplicadas, em nível federal e estadual, na digitalização de serviços públicos – o que pode contribuir para o aceleramento de sua própria transformação digital.

Segundo o Governo, o sistema já soma mais de 128 milhões de usuários cadastrados. O objetivo é facilitar a vida de cidadãos de todos os entes federativos, disponibilizando uma experiência cada vez mais descomplicada na utilização de serviços públicos. A inovação dispensa o uso de diversos cadastros e senhas, centralizando uma série de demandas em um único login, uma vez que estados e municípios podem integrar seus sistemas à plataforma GOV.BR.

Ao lado de São Paulo e Manaus, outras treze capitais já aderiram à rede: Belo Horizonte (MG), Campo Grande (MS), Florianópolis (SC), João Pessoa (PB), Maceió (AL), Natal (RN), Porto Alegre (RS), Porto Velho (RO), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), Teresina (PI) e Vitória (ES). Das 27 UFs (Unidades Federativas), 20 já estão na rede: Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Paraíba, Pará, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Roraima, Rondônia e Santa Catarina.

Lucas de Lima Souza, gestor e responsável técnico da Lajir Contabilidade, analisa de forma positiva o crescimento, cada vez maior, da digitalização de serviços públicos por parte de municípios brasileiros.

“A digitalização dos serviços públicos agiliza o serviço dos escritórios de contabilidade. O problema são as prioridades do município: mesmo com o uso do ‘GOV.BR’, muitos serviços ainda estão apenas de forma presencial – o que ocorre em Campo Grande (MS), para o cadastro da senha para emissão da nota fiscal, processo de abertura de alvará, dentre outros”, explica. 

Na visão de Souza, a implementação desses processos configura um alívio para os usuários, que já estão acostumados a fazer serviços pela internet em vários portais do estado e da federação. “Ou seja, quando a prefeitura implementa um serviço digital, os cidadãos não vêem isso como um desafio, mas como uma oportunidade”.

Neste ponto, o gestor da Lajir Contabilidade destaca que os escritórios de contabilidade também estão passando por mudanças com a transformação digital. “No segmento de contabilidade, já adotamos o uso de softwares em todos os processos internos, então as planilhas estão se tornando coisa do passado – e os sistemas, além de serem em nuvem, estão todos integrados”, finaliza. 

Para mais informações, basta acessar: https://www.lajir.com.br/