Últimas Notícias

Especialista explica por que é importante fazer manutenção da caixa de gordura

Todos os anos, são consumidos três bilhões de litros de óleos vegetais no Brasil, de acordo com a Abiove (Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais). O problema é que grande parte do óleo utilizado em cozinhas de residências e empresas de todo o país vai parar nos ralos de pias e em vasos sanitários, o que pode causar problemas para a cidade e para o meio ambiente. Segundo a Abiove, estimativas apontam que, a cada quatro litros do produto, um seja descartado de forma incorreta.

Diante disso, a manutenção preventiva em caixas de gordura é essencial para proteger o ecossistema, além de prevenir problemas como o entupimento dos canos, transbordamento dos resíduos, escoamento lento da água, mau cheiro e a proliferação de pragas, como ratos e baratas. É o que afirma Gleison Pinheiro, diretor da PUMJIL, empresa que presta serviços de desentupidora de esgoto em São Paulo, SP. 

Ele destaca que o serviço de limpeza e Desentupimento de caixa de gordura realizado por uma empresa Desentupidora exige cautela, em especial quanto ao risco de contato com resíduos contaminados por pragas, como ratos e baratas, que são atraídos pelos restos de comida e o cheiro da oleosidade.

“Isso é algo muito sério e você não deve subestimar o potencial de contaminação, pois há doenças graves como a leptospirose, a qual pode levar à morte se não for diagnosticada no início da infecção”, informa Pinheiro. De acordo com o especialista, seguindo alguns cuidados, é possível realizar a limpeza da caixa de gordura – que pode ser realizada com a ajuda de uma empresa especializada.

Em primeiro lugar, é necessário prestar atenção à proteção pessoal e utilizar ferramentas básicas para realizar a tarefa. É preciso ter em mãos itens como máscara de gás, já que o cheiro é bem desagradável, luvas de borracha longas – de preferência até os ombros -, raspador e espátula, porém pode ser válido chamar uma Dedetizadora que trabalhe a questão de pragas encontradas no local.

“Além disso, serão necessários sacos de lixo, roupas velhas e calçados emborrachados, uma vez que a gordura dificilmente sai da roupa ou de sapatos. Assim, vale usar vestimentas que não possuem mais uso para você. Fora isso, também será necessário utilizar um pé de cabra caso a tampa da caixa seja de alvenaria”, detalha.

Pinheiro conta que algumas caixas de gordura são desenhadas para uma limpeza simples e cômoda. Nesses casos, basta seguir as instruções do fabricante para limpá-las.

“Com tudo em ordem para começar, abra a tampa da caixa de gordura usando a espátula – se for uma tampa de PVC – ou um pé de cabra. Use a mão ou uma concha para retirar toda a gordura de dentro da caixa e depositá-las dentro do saco de lixo”, orienta. “É um trabalho sujo, mas tem que ser feito para que a caixa volte a funcionar novamente”, afirma.

O diretor da PUMJIL afirma que é necessário evitar deixar que a gordura entre para o cano principal. “Use a espátula para retirar a gordura presa na parede da caixa. É importante retirar o máximo de resíduo sólido o possível. Assim que houver apenas líquido dentro da caixa, a limpeza estará pronta e tudo deverá voltar a funcionar como sempre”, conclui.

Para mais informações, basta acessar: https://pumjil.com.br/