Últimas Notícias

Como ajudar a criança a se adaptar a uma nova escola?

Não são todas as pessoas que gostam de mudanças e, quando se trata de crianças, o assunto pode ser ainda mais delicado. É comum que os pequenos precisem mudar de escola, seja devido à mudança de cidade, falta de adaptação, mudança de série, entre muitos outros fatores. 

Assim, à transferência de escola é um processo que exige adaptação e paciência para evitar traumas à criança. Mas, essa adaptação nem sempre é fácil e pode gerar muitos desafios.

Alguns dos motivos mais comuns que fazem as crianças serem contrárias a essa mudança são: timidez, ansiedade, saudade dos antigos colegas e professores, entre outros fatores. Assim, para tentar fazer com que a criança se adapte à nova escola, é possível levá-la antes para conhecer o prédio antes de começar as aulas. Isso é essencial para que ela não seja pega de surpresa.

Além disso, se a escola tiver site ou redes sociais, é importante que os pequenos vejam. Assim, eles saberão de todas as atividades e novidades que irão descobrir na nova instituição de ensino.  

É muito comum que, nos primeiros dias de aula, as crianças estejam muito inseguras e, por isso, crises de choros e birras sejam comuns. Nesse momento é fundamental que os pais, além de demonstrarem apoio e carinho, também conversem com a equipe pedagógica do colégio para buscar orientações e perguntar se podem passar um tempo com os pequenos até que eles se sintam mais confortáveis na escola. 

A entrada na nova escola deve ser marcada por acolhimento e afeto, fatores essenciais para o desenvolvimento socioemocional da criança. Além disso, é vantajoso fazer a transferência no final de um ano letivo para o outro pois a criança já terá encerrado um ciclo na escola antiga.