Últimas Notícias

Aumento de trabalhadores na construção reflete crescimento do setor como um todo

Segundo dados da Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílios (Pnad), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a Construção Civil é o setor que mais cresceu em número de pessoas ocupadas entre maio de 2020 e maio de 2022, registrando o aumento de 29,8%. O Grupo Isorecort, especializado na fabricação de EPS, tem vagas abertas na produção de peças para o segmento, que vem apresentando forte recuperação.

“Hoje, o setor da construção é uma das atividades econômicas que mais têm gerado oportunidades de trabalho no país. Da nossa parte, temos notado crescimento significativo na demanda pelos sistemas construtivos em EPS, temos dezenas de vagas abertas e acreditamos que isso seja reflexo da recuperação do setor como um todo”, avalia Rodrigo Rezende, Gerente Administrativo do Grupo Isorecort.

EPS na Construção Civil

Já disseminados tanto nos Estados Unidos como em diferentes países da Europa e da Ásia, os projetos de casas em EPS ou “casas de isopor” ganham espaço no Brasil, já estando presentes nas cidades de Caraguatatuba (SP), Engenheiro Coelho (SP), Ourinhos (SP), Paraguaçu Paulista (SP), Pirassununga (SP), São Carlos (SP), São Bernardo do Campo (SP), Vinhedo (SP), São José do Rio Preto (SP), Rio de Janeiro (RJ), Alfenas (MG), Cambuí (MG) e Varginha (MG), entre outras.

Segundo a Engenheira Civil Karen Peroni Maia, do Grupo Isorecort, a escolha por EPS ao invés de tijolos ou paredes de alvenaria traz rapidez para a obra, por não exigir o uso da argamassa, que leva maior tempo de preparo e aplicação para a aderência dos blocos. “Trata-se de um sistema construtivo que já vem pronto, com acessórios de reforço estrutural para as ligações entre os painéis, dispensando a execução de vigas e pilares e acelerando o processo construtivo”, explica.

O EPS é um material 100% reciclável, composto por 98% de ar e somente 2% de matéria-prima, e livre de CFC. A fim de contribuir com o descarte zero de resíduos, a empresa coleta as sobras do processo de fabricação de seus produtos e as recicla internamente. Além disso, ela implementou um sistema de logística reversa junto aos seus clientes, cooperativas credenciadas e parceiros, promovendo a conscientização ambiental e o reaproveitamento do material.