PUC MINAS POS-GRADUAÇÃO

Últimas Notícias

Relatório aponta dados do Indicador de Custos Industriais

Segundo os dados apresentados pelo Indicador de Custos Industriais (ICI), divulgado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o quarto trimestre de 2023 marcou uma interrupção na tendência de queda dos custos industriais, apresentando um aumento de 4,0%. O relatório aponta que esta alta, em comparação com o terceiro trimestre do mesmo ano, pode ser atribuída ao aumento nos custos de produção, que cresceram 3,9%, e nos custos tributários, que registraram um aumento de 10,3%. O estudo ainda mostra que apesar do declínio no custo com capital, que caiu 5,6%, esse fator não foi suficiente para reverter a tendência de alta dos demais componentes do índice.

Conforme informado na publicação, os custos industriais permanecem em um patamar elevado, ficando 30,1% acima do nível pré-pandemia, registrado no primeiro trimestre de 2020. Além disso, o estudo ainda aponta que o custo de produção apresentou um aumento de 3,9% no quarto trimestre de 2023, após cinco trimestres consecutivos de queda. Nota-se no relatório que esse aumento foi impulsionado principalmente pelo crescimento do custo com pessoal, que registrou uma alta de 13,1%. Embora esse aumento seja típico do quarto trimestre devido à sazonalidade, em 2023, foi influenciado por um aumento mais intenso da massa salarial. Além disso, o custo com bens intermediários e energia também contribuíram para o aumento do custo de produção, registrando altas de 1,7% e 3,0%, respectivamente.

O custo com energia, que também foi analisado no estudo, vinha em tendência de queda nos últimos cinco trimestres. O relatório registrou um aumento de 3,0% no quarto trimestre de 2023. 

Segundo apontado na publicação, o custo tributário da indústria aumentou 10,3% no quarto trimestre de 2023, refletindo a sazonalidade da arrecadação tributária no período. O estudo afirma que o custo tributário ainda está em um patamar mais baixo em comparação com o período pré-pandemia, principalmente devido às mudanças na legislação tributária.

José Antônio Valente, diretor da empresa de franquias de construção civil Trans Obra, afirmou que o aumento do custo de produção, impulsionado principalmente pelo crescimento do custo com pessoal, aponta para a necessidade de estratégias para lidar com essa pressão sobre os custos operacionais. “É preocupante observar que os custos industriais ainda permanecem substancialmente acima dos níveis pré-pandemia, indicando desafios contínuos para o setor”.

Ainda sobre o relatório publicado e que pode ser verificado através do link informado no início da matéria, a indústria brasileira enfrentou uma redução de 3,8% no índice de competitividade no mercado externo e uma redução de 3,5% no mercado doméstico no quarto trimestre de 2023. Além disso, o índice de lucratividade da indústria também apresentou uma queda de 2,4%, destacando os desafios enfrentados pelo setor em meio ao aumento dos custos operacionais e à pressão competitiva.

Perguntado sobre o assunto, José Antônio afirma que é fundamental que haja uma colaboração entre o governo, as empresas e demais stakeholders para superar os obstáculos e impulsionar o desenvolvimento da indústria brasileira.