Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Adilson Cardoso

Adilson Cardoso: O poeta é de Montes Claros, mas se considera “natural do mundo”. Ele participa do Salão Nacional de Poesia “Psiu Poético” desde 1991. Escritor, artista plástico, cronista (escreve diariamente para o Jornal Montes Claros)

Coluna do Adilson Cardoso – Minhas paixões fugazes

Adilson Cardoso

Perdi minha mãe recentemente. Soubera pela Fátima, uma amiga que é professora de Matemática e nas horas de folga, dá golpes em velhos aposentados. Esta cidade mudou muito, quando eu fui embora não tinha aquele prédio alto no fundo da praça, é assim, o dinheiro muda tudo, destrói e constrói num piscar de olhos, se um dia eu acertar a boa, vou construir uma casa subterrânea, tipo eu vi uns malucos fazendo na internet, gosto de coisas diferentes, desde criança.

Leia Mais »

Coluna do Adilson Cardoso – Como educar um pestinha?

Adilson Cardoso

Coluna do Adilson Cardoso – Como educar um pestinha? Binha era menor que os outros irmãos, mesmo sendo mais velho. Mas  o  que perdia  no tamanho,  ganhava  na traquinagem. Quando fez aniversário de dez  anos ainda  chupava bico e sugava os fios de catarro que lhe escorriam  do nariz. — Ave Maria  Valda olha  o menino  chupando  catarro, credo que …

Leia Mais »

Coluna do Adilson Cardoso – O sonho

Adilson Cardoso

Coluna do Adilson Cardoso – O sonho Magricela, olhar  apático, pele escura e pés descalços. A idade ninguém sabe, talvez nem tenha idade escrita em  papel, muitos não tem registros. Sem  noção da  maldade entra   na Padaria requintada de clientes nobres. —  Moça, me dá um sonho? A atendente ignora, muda  a direção do olhar. — Moça, você pode me  …

Leia Mais »

Coluna do Adilson Cardoso – Velinhas apagadas

Adilson Cardoso

Coluna do Adilson Cardoso – Velinhas apagadas Velinhas apagadas Micaela passa lentamente a mão sobre a enorme barriga, se olha no espelho e aperta o lábio inferior com os dentes. Carlos Eduardo está imóvel no meio do quarto com os braços cruzados. — Termina de contar a história! – Fala com voz meticulosa. — Foi este o desfecho da trama! …

Leia Mais »

Coluna do Adilson Cardoso – Descotidiando da realidade

Adilson Cardoso

Coluna do Adilson Cardoso – Descotidiando da realidade Estou isolado neste antro vazio, pela fresta da porta vejo o dia acontecer no quintal, há ruídos estranhos na casa ao lado. Um imenso cadeado trava o portão. Minha mulher sai com ás chaves na bolsa e pede para eu ficar tranquilo, conta as gotas de Rivotril direto na minha boca e …

Leia Mais »

Coluna do Adilson Cardoso – Plano espetacular

Adilson Cardoso

Coluna do Adilson Cardoso – Plano espetacular Sábado como de costume, o supermercado estava lotado de gente, nas intermináveis fileiras, grandes variedades de alimentos, produtos de limpeza, higiene pessoal, bebidas, sucos e itens de papelaria. Os funcionários andavam desorientados com seus uniformes vermelhos para atender todo mundo, em cada repartição havia um olho de câmera que acompanhava tudo. Também tinha …

Leia Mais »

Coluna do Adilson Cardoso – Felizes para Sempre

Adilson Cardoso

Coluna do Adilson Cardoso – Felizes para Sempre “Madalena é uma santa!” Diziam vizinhos, parentes e amigos. Era a rotina do casal estranho que morava na esquina da pracinha, sobradinho de plantas na janela e um portão amassado de pedra abaixo da maçaneta. Felizes para sempre, batia o coração da esposa ao passar a roupa do marido e tirar a …

Leia Mais »

Coluna do Adilson Cardoso – A verdade será dita

Adilson Cardoso

Coluna do Adilson Cardoso – A verdade será dita Uma gigantesca interrogação dependurou-se nas nuvens, milhares de pessoas batiam na cabeça tentando atiçar a memória, “Será que fiz alguma coisa?” Programas da televisão foram interrompidos, o melhor repórter da emissora entrou ao vivo anunciando o grande furo, “Ela vai contar tudo!” Repetia com o semblante dramático, aquela confissão, segundo especialistas …

Leia Mais »

Coluna do Adilson Cardoso – A história que não tem fim

Adilson Cardoso

Coluna do Adilson Cardoso – A história que não tem fim “Se brasileiro é quem paga mais impostos no mundo, então o pobre brasileiro é o que mais sofre, o mais desgraçado entre todos os desgraçados. Além dos impostos, come mal, se veste mal, dorme mal e mora mal, parte dos azarados ainda casa mal. Cônjuge violento ou sem perspectivas …

Leia Mais »

Coluna do Adilson Cardoso – A janela estava aberta

Adilson Cardoso

Coluna do Adilson Cardoso – A janela estava aberta Bem, já vi num filme, o cara antes de se matar deixa uma carta contando algumas coisas. As pessoas ficam comovidas, passa o rosto dele no Jornal da televisão. Naquele, o sujeito  era um milionário depressivo e filho da puta, não gosto de gente que tem muito dinheiro, sempre fui um …

Leia Mais »