Últimas Notícias
POS ON-LINE PUC MINAS

MG – Jovem desaparecida no sul de minas pode ter sido morta por amante

A Polícia Civil de Carmo do Rio Claro, no Sul de Minas, investiga a morte de uma jovem de 22 anos que estava desaparecida e foi encontrada com o pescoço quebrado em um cafezal, na última sexta-feira (6). Moradores da cidade acreditam que a mulher pode ter sido assassinada pelo amante, que seria seu parente. A corporação não confirma, mas afirma que o principal suspeito é uma pessoa próxima da vítima.

Segundo moradores de Carmo do Rio Claro, mulher tinha um relacionamento extraconjugal com um parente
Segundo moradores de Carmo do Rio Claro, mulher tinha um relacionamento extraconjugal com um parente

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Ismael Jerônimo Soares, Daniela Aparecida Pereira Barbosa desapareceu no dia 2 de junho perto de casa, na zona rural do município. “Ela não foi forçada a ir até o cafezal. Acreditamos que ela tenha sido atraída por um conhecido”, explicou o delegado.

O corpo da vítima, que era casada e deixou um filho de 4 anos, foi localizado debaixo de algumas folhas de café. O cadáver foi localizado por cães farejadores da polícia de Três Corações, na mesma região.

“Todos os pertences pessoais estavam com a Daniela. Descartamos o crime de latrocínio (roubo seguido de morte). Ela também não foi estuprada”, disse Soares.

O suspeito do crime, que não teve o nome divulgado pela polícia, chegou a ser ouvido e disse que não sabia o paradeiro da jovem. Porém, após o encontro do corpo, ele fugiu e ainda não foi localizado.

Conforme o delegado, Daniela já havia contado a um amigo que estava sendo ameaçada de morte, mas não informou quem seria o ameaçador e quais eram os motivos. Seu marido desconhecia as ameaças.