Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

MG – Marido tenta matar mulher jogando ‘roleta russa’

Um homem de 53 anos foi preso ao ser flagrado pela filha de 12 anos, apontando uma arma para a mãe, durante a madrugada desta terça-feira (30), na casa da família, no bairro Cinquentenário, na região Oeste de Belo Horizonte. De acordo com o relato da vítima, o companheiro jogou “roleta russa” – quando se coloca uma bala no revólver e o tambor é girado e fechado, de forma que a localização da bala é desconhecida – com ela. Por sorte, a “brincadeira” foi interrompida, com a chegada da Polícia Militar (PM), acionada pela filha do casal.

MG - Marido tenta matar mulher jogando 'roleta russa'
MG – Marido tenta matar mulher jogando ‘roleta russa’

Segundo a vítima de 48 anos, nessa segunda-feira (29), ela teria saído do trabalho por volta das 15h e ido procurar por um barracão para alugar. Quando ela retornou para casa, na rua Úrsula Paulino, no bairro Cinquentenário, o marido teria perguntado onde ela estava e não acreditou quando ela o informou.

Desconfiado e inconformado com a possibilidade de separação, C.M.V. teria começado a ameaçar a mulher de morte. Mais tarde, já à noite, o homem usou crack dentro de casa, na presença das filhas de 8 e de 12 anos, e depois todos foram deitar.

De madrugada, a menina mais velha ouviu a mãe gritar e viu o pai apontando uma arma para ela. Com medo, ela pulou a janela e chamou a PM. Quando os policiais entraram na casa, encontraram o suspeito com uma arma e uma faca nas mãos.

A vítima ainda contou que foi torturada psicologicamente e que o homem fez uma “roleta russa” com ela, que por sorte não funcionou. O casal foi encaminhado para a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher.

Uma familiar, que pediu para não ser identificada, relatou à reportagem de O TEMPO que o casal está junto há 16 anos e que brigavam constantemente. “Ela já tinha resolvido se separar, mas ele não aceitava e fazia ameaças”. A vítima, segundo a parente, já teria feito queixas contra o marido, mas sempre retirava as denúncias.

Segundo a assessoria da Polícia Civil, os envolvidos começarão a ser ouvidos ainda nesta manhã. Além disso, o órgão informou que a vítima já havia pedido uma medida protetiva contra o suspeito e que continuava morando na mesma casa que ele, porque não tinha para onde ir e o imóvel é do marido.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)