Últimas Notícias

Norte de Minas – Samu se prepara para realizar ultrassonografia na própria ambulância

Norte de Minas – Samu se prepara para realizar ultrassonografia na própria ambulância

O novo recurso vai possibilitar diagnóstico mais fidedigno e evitar, inclusive, transferência desnecessária de pacientes

Samu Macro Norte - Eco dos Gerais Foto Jerusia Arruda
Samu Macro Norte – Eco dos Gerais Foto Jerusia Arruda

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência do Norte de Minas (Samu Macro Norte) retomou o treinamento dos profissionais médicos e enfermeiros para realização da ultrassonografia nas unidades móveis.

A iniciativa faz parte do projeto Ecos dos Gerais, realizado pela Secretaria de Estado de Saúde em parceria com a Winfocus (World Interactive Network Focused on Critical Ultrasound) sociedade internacional presente em mais de 50 países, que vai possibilitar a realização da ultrassonografia na própria ambulância do Samu, com acompanhamento e monitorização das imagens em tempo real.

Com o projeto Eco dos Gerais, foi implantado um sistema de transferência de imagens, com instalação de um aparelho de ultrassonografia portátil na ambulância do Samu e nas portas de entrada dos hospitais, que estarão interligadas à Central de Regulação do Samu. “Quando a imagem entra no sistema, o laudo é compartilhado, possibilitando o cruzamento das informações básicas por diferentes perspectivas e, consequentemente, uma melhor avaliação pela Central de Regulação”, explica Enius Versiani, coordenador do Samu Macro Norte.

O Samu macro Norte integra 86 municípios, assistindo a uma população de cerca de 1,6 milhão de pessoas. “Ainda temos muitos problemas com laudos que não correspondem ao real estado em que se encontra o paciente, e muitas vezes percorremos grandes distâncias para realizar o transporte de um paciente que poderia perfeitamente ser tratado na unidade hospitalar onde está internado ou da cidade onde recebeu o atendimento pré-hospitalar. Com esse novo recurso certamente teremos uma melhoria na avaliação dos laudos e, consequentemente, melhor gestão dos serviços realizados pelo Samu”, observa.

De acordo com o médico coordenador, a realização dos exames nas ambulâncias se iniciará tão logo seja concluído o treinamento dos profissionais.

.

TREINAMENTO

Na manhã desta quarta-feira, 24/03, médicos e enfermeiros da base do Samu Macro Norte de Montes Claros estão participando de um treinamento, ministrado pela médica especialista em ultrassonografia, Lilian Brito Fernandes. “Durante o curso, estamos repassando os princípios físicos da ultrassonografia, geração, aquisição e interpretação de imagens, e a utilidade do uso efetivo do recurso no serviço de urgência pré-hospitalar”, explica.

De acordo com a médica, a expectativa é que todos os médicos e enfermeiros que atuam nas 37 bases do Samu Macro Norte sejam capacitados para operar o equipamento, cuja tecnologia utilizada é simples e de fácil acesso, mas com possibilidade de diagnósticos mais seguros, de forma compartilhada e sustentável. “Cerca de 95% dos atendimentos com código vermelho acabam se confirmando como amarelo, ou seja, menos graves do que parecem. Isso porque a tendência é que o diagnóstico seja mesmo avaliado como mais grave. Com a ultrassonografia, é possível gerar diagnóstico mais fidedigno e evitar, inclusive, que pacientes sejam deslocados entre as unidades de saúde, às vezes por grandes distâncias, desnecessariamente”, explica.