Matrículas Aberta - Escola Adventista

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Inicio » Colunistas » Dra. Maiza Rodrigues » Web TV – Dra. Maiza Rodrigues fala sobre a Violência contra a Mulher: O perigo em casa

Web TV – Dra. Maiza Rodrigues fala sobre a Violência contra a Mulher: O perigo em casa

Web TV – Dra. Maiza Rodrigues fala sobre a Violência contra a Mulher: O perigo em casa.

Vídeo:

.
.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Um comentário

  1. Como fica então, um casal que namorou por um ao enquanto eram moço e moça, ficaram noivos, firmaram em cartório em contrato de casamento com comunhão total de bens, cursaram na igreja para a celebração do matrimonio, decidiram uni e conjuntamente e respeitosamente ser a partir daí uma família, tiveram filhos, e decidiram os em comum acordo que a mulher ficaria em casa com a lida diaria, e cuidando dos filhos, enquanto ao homem esposo, ficou a tarefa de trabalhar fora e trazer o sustento para todos daquela familia, incluindo a sua participação na educação, no lazer sendo no seu modo de formador do lar, os menbros da familia em primeiro lugar em tudo, tudo em pleno consentimento mútuo, ainda assim algum membro desta familia, seja o pai marido, a mãe esposa estaria infringindo a lei por terem decidido por livre e comum acordo que o serviço da esposa seria o de cuidados do seu lar?
    Espero ser comprendido no meu questionamento, mas quero ver o teor da lei neste contexto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *