NordVPN - A melhor oferta de VPN

Vaga no Bolso

Inicio » Esporte » Copa do Brasil » Copa do Brasil 2016 – Grêmio bate Cruzeiro e fica perto da final da Copa do Brasil

Copa do Brasil 2016 – Grêmio bate Cruzeiro e fica perto da final da Copa do Brasil

Copa do Brasil 2016 – Grêmio bate Cruzeiro e fica perto da final da Copa do Brasil

O Grêmio encaminhou sua classificação à final da Copa do Brasil, ficando próximo de, enfim, superar o Cruzeiro em um confronto mata-mata após decepções na própria Copa BR (decisão de 1993), na Taça Brasil de 1966 e nas Libertadores de 1997 e 2009.

Copa do Brasil 2016 - Grêmio bate Cruzeiro e fica perto da final da Copa do Brasil
Copa do Brasil 2016 – Grêmio bate Cruzeiro e fica perto da final da Copa do Brasil

 

Mesmo atuando fora de casa, em um Mineirão com 53. 452 presentes, o Tricolor foi eficaz e derrotou a Raposa por 2 a 0, na noite desta quarta-feira. Luan, em finalização de rara beleza, e Douglas marcaram os gols gremistas. Foi o primeiro triunfo do Tricolor contra a Raposa no Mineirão desde 1998 – eram dez derrotas e dois empates desde então.

Com a excelente vitória em Belo Horizonte, o Grêmio pode até ser derrotado por um gol de diferença diante do seu torcedor, na próxima quarta, na Arena. Já o Cruzeiro, para manter a freguesia diante do Tricolor em mata-matas, precisa de uma goleada. Caso devolva o 2 a 0, a decisão vai para os pênaltis.

PRÓXIMOS JOGOS

Antes de se enfrentarem em Porto Alegre pelo jogo de volta da semifinal, Cruzeiro e Grêmio têm desafios pelo Brasileirão. A Raposa, no próximo sábado, visita o melhor mandante da competição, o Atlético-PR. O duelo será na Arena da Baixada, às 16h30. Já o Grêmio também atuará fora de casa. O Tricolor, no mesmo dia, mas a partir das 19h30, terá o Figueirense pela frente, no Orlando Scarpelli.

GOLAÇO DE LUAN E GRÊMIO NA FRENTE

O Cruzeiro, assim como era a expectativa, tratou de pressionar o Grêmio logo após o apito inicial, marcando a saída de bola rival e, com a bola, trocando passes na tentativa de envolver a marcação de um Tricolor que não mostrava tranquilidade. Foram equívocos seguidos de equívocos ao tentar deixar sua área e ganhar terreno. O momento era da Raposa.

O amplo domínio celeste, tendo mais posse de bola e sufocando o Grêmio, no entanto, não surtiu qualquer efeito. Coube ao Grêmio ganhar força após controlar o ímpeto cruzeirense. E foi com Luan, que vivia seu maior jejum na carreira (de 12 jogos), marcar um belíssimo gol por cobertura, aos 20. Foram 63 segundos e 23 passes trocados até o camisa 7 colocar o Tricolor em vantagem.

A tensão que era gremista passou a ser celeste no Mineirão. O Grêmio terminou o primeiro tempo melhor, tendo mais tranquilidade para tentar envolver o Cruzeiro, mas sem ser eficaz nas conclusões. Já a Raposa caiu muito de produção, sem conseguir tomar para si as rédeas da partida novamente.

CRUZEIRO OFENSIVO, MAS GRÊMIO EFICAZ: GOL DE DOUGLAS

Mano Menezes foi ousado no intervalo. Sacou Lucas e garantiu a entrada de Alisson, deixando o Cruzeiro um jogador preso na lateral direita. A tática vista no início da etapa inicial se repetiu: pressão celeste no Grêmio. E o resultado foi o mesmo: Tricolor eficiente.

O erro cruzeirense foi seguido de contra-ataque com Luan, passe para Douglas e segundo gol tricolor, aos 16 minutos. O Tricolor sabia executar com perfeição sua tática diante de um Cruzeiro que tentava encaixar uma investida contra a marcação adversária. Mano tornou o Cruzeiro ainda mais ofensivo com o ingresso de Alex. Mudança que não surtiu o efeito imaginado. Faltou, principalmente, inspiração.

O Grêmio, bem postado, soube conter o ímpeto celeste, confirmando uma vitória maiúscula em Belo Horizonte. Vitória histórica e que deixa o Tricolor próximo de, enfim, eliminar a Raposa em um mata-mata.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 0 X 2 GRÊMIO

Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data-hora: 26/10/2016 – 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols (Fifa-PE)
Auxiliares: Kléber Lúcio Gil (SC) e Nadine Câmara Bastos (SC)
Público/Renda: 50.711 pagantes/53. 452 presentes/ Não divulgada.
Cartão amarelo: Kannemann (GRE)
Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Luan, 19’/1ºT(0-1) e Douglas, 16’/2ºT(0-2).

CRUZEIRO: Rafael; Lucas (Alisson, Intervalo), Bruno Rodrigo, Léo e Edimar; Denilson (Alex, 28’/2ºT), Lucas Romero, Robinho, Arrascaeta e Rafael Sóbis (Willian, 20’/2ºT) Ramón Ábila – Técnico: Mano Menezes.

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon (Jailson, Intervalo), Ramiro, Douglas e Pedro Rocha (Everton, 24’/2ºT); Luan (Kaio, 41’/2ºT)- Técnico: Alexandre Mendes

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não ás pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *