FENICS 2019 - ACI

Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Paciente é beneficiada com transplante duplo simultâneo de órgãos

Montes Claros – Paciente é beneficiada com transplante duplo simultâneo de órgãos

Montes Claros – Paciente é beneficiada com transplante duplo simultâneo de órgãos

O Serviço de Transplantes da Santa Casa realizou fato inédito. Uma mulher de 56 anos foi a primeira paciente do interior de Minas Gerais a receber dois órgãos em uma mesma cirurgia. Andrelina Francisco Raposo, de 56 anos, moradora de Montes Claros, foi submetida ao transplante duplo, simultâneo, de rim e fígado.

Andrelina Francisco Raposo, de 56 anos, moradora de Montes Claros, foi submetida ao transplante duplo, simultâneo, de rim e fígado.
Andrelina Francisco Raposo, de 56 anos, moradora de Montes Claros, foi submetida ao transplante duplo, simultâneo, de rim e fígado.

 

De acordo com o cirurgião, Luiz Fernando Veloso, a paciente era portadora de cirrose hepática, diabetes e hipertensão, doenças irreversíveis, que levaram à necessidade de substituição dos dois órgãos, rim e fígado.

O procedimento durou nove horas e foi realizado com sucesso absoluto, com a utilização de órgãos captados em Montes Claros. Para a paciente, que ainda está internada, em plena recuperação, ser beneficiada com um duplo transplante, foi responsável por mudar totalmente a sua vida.

“Antes, eu sentia muito cansaço, muita tristeza, estava totalmente sem apetite, e sem ânimo para sair e para fazer atividades, nem mesmo as tarefas domésticas. Agora, após a cirurgia, estou mais alegre, alimentando normalmente, e, o melhor de tudo, sinto que sou outra pessoa”, afirma, emocionada.

De acordo com o cirurgião, Luiz Fernando Veloso, a paciente era portadora de cirrose hepática, diabetes e hipertensão, doenças irreversíveis, que levaram à necessidade de substituição dos dois órgãos, rim e fígado.
De acordo com o cirurgião, Luiz Fernando Veloso, a paciente era portadora de cirrose hepática, diabetes e hipertensão, doenças irreversíveis, que levaram à necessidade de substituição dos dois órgãos, rim e fígado.

Serviço

A Santa Casa de Montes Claros é o único hospital da região credenciado pelo Ministério da Saúde para realização de transplantes de córnea, rins e fígado. A novidade, de acordo com a coordenação do serviço de transplantes, é a realização, em breve, de transplante de medula óssea, que já foi autorizado pelo Sistema Nacional de Transplantes. A Santa Casa é o 16º hospital do país credenciado para realização do procedimento.

No Hospital, funciona a CIHDOTT- Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes, que organiza e regula todo o processo de doação de órgãos, desde a identificação de potenciais doadores, abordagem e acompanhamento psicológico da família até a articulação e o encaminhamento de informações para a CNCDO – Central de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos, viabilizando, assim, a ampliação quantitativa e qualitativa na captação de órgãos.

Em 2016, na Santa Casa, foram realizados 20 transplantes de córnea, 12 transplantes de fígado e 55 transplantes de rim.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *