SMART FIT - MONTES CLAROS

Turbo Pesquisa - CLIQUE AQUI PARA MIAS INFORMAÇÕES
Inicio » Arruda » Coluna da Jerusia Arruda – Direto de Brasília

Coluna da Jerusia Arruda – Direto de Brasília

Coluna da Jerusia Arruda – Direto de Brasília

BANCADA DIVIDIDA

Dezoito dos 53 deputados mineiros estiveram reunidos com o presidente Michel Temer nesta quinta-feira, no palácio do Planalto, para apresentar diretamente suas reivindicações, após a ameaça de perda de apoio da bancada feita pelo vice-presidente da Câmara, deputado Fábio Ramalho (PMDB-MG), que é formalmente coordenador da bancada mineira. A visita deixou claro que a bancada mineira está dividida e o governo Temer vai ter que se desdobrar se quiser contar com o apoio dos parlamentares na votação de suas propostas no Plenário da Câmara.

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES

Na reunião com o presidente Temer, nesta quinta-feira, os deputados mineiros reivindicaram ao presidente que atenda ao pedido do governador Fernando Pimentel (PT), feito em fevereiro, para que a União abra uma negociação para extinção da dívida do Estado. Os parlamentares também pediram um aumento da compensação financeira pela exploração de recursos minerais e retomada de obras nos Estados.

APOIO RESTRITO

Mesmo com a receptividade do presidente durante as visitas, os parlamentares mineiros não garantiram apoio irrestrito ao governo Temer. O deputado Domingos Sávio (PSDB) disse que a bancada está aberta ao debate, mas que não vai misturar os interesses de Minas com a responsabilidade que tem com as questões nacionais.

GANHA A CÂMARA E PERDE O ESTADO

Não é mais novidade que a bancada mineira articula destituir o vice-presidente da Câmara Fábio Ramalho (PMDB-MG)do comando da bancada de Minas, desde que o parlamentar ameaçou romper com a bancada, após a escolha de Osmar Serraglio (PMDB-PR) para o Ministério da Justiça e Segurança Pública, motivado pelo que considerou um desprestígio de Minas Gerais pelo Palácio do Planalto, já que Temer não escolheu nenhum representante do Estado para compor a Esplanada.

SONHO NORDESTINO

A agenda do presidente Michel Temer desta sexta-feira foi na Paraíba, onde inaugurou o Eixo Leste da Transposição do São Francisco. Aguardada há décadas pelos paraibanos, a obra vai possibilitar a melhoria da qualidade de vida da população do estado, que vive a pior seca de sua história. Com a transposição, a água vai seguir pelo Rio Paraíba até o reservatório Boqueirão para reforçar o abastecimento em Campina Grande, na Paraíba. Durante a visita, o presidente assinou ordens de serviços que autorizam a adequação de dois trechos da BR-230. 

NOVO ENEM

O Ministério da Educaçãodivulgou, nesta quinta-feira, uma lista de mudanças no esquema de aplicação da avaliação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A partir desse ano, o exame será realizado em dois domingos seguidos. Até então, a prova vinha sendo aplicada em um único final de semana. Para quem conta com a isenção da taxa de inscrição as regras também mudaram e o benefício passa a valer também para os estudantes que estiverem inscritos em programas sociais.Outra mudança é que o Enem não valerá mais como certificado do Ensino Médio. As mudanças foram efetuadas apartir de uma consulta pública na Internet.

AS GAFES DE TEMER

Já não são mais novidade as gafes cometidas pelo presidente Michel Temer e seu grupo de assessores mais próximos. Nesta semana, uma declaração mal planejada deixou o peemedebista de saia-justa mais uma vez, quando delegou às mulheres atributos domésticos,em pleno Dia Internacional da Mulher. Tentando consertar a gafe, uma mensagem publicada no perfil oficial de Temer no Twitter dizia que preconceito e a violência contra a mulher não serão tolerados em seu governo e defendeu que as mulheres tenham iguais em casa e no trabalho.

‘PÉROLAS’ DO CONGRESSO

Não bastasse o esforço para tentar emplacar a impopular reforma trabalhista, as declarações do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), estão deixando o processo ainda mais espinhoso. Nesta quarta-feira, ao tratar da proposta do governo sobre a reforma, Rodrigo Maia disse que “a Justiça do Trabalho não deveria nem existir’. Maia disse, ainda, que os juízes do trabalho tomam decisões ‘irresponsáveis’ e já prejudicaram bares, restaurantes e hotéis, deixando 14 milhões desempregados por excesso de regras.

VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

O Distrito Federal registrou 47 denúncias de crimes relacionados à Lei Maria da Penha durante esta quarta-feira, Dia Internacional da Mulher. O número é 30% maior que a média diária de ocorrências registradas em 2016 (36), e 29% maior que em 2015 (38). Segundo a Secretaria de Segurança Pública do DF, esses números não necessariamente se referem a crimes cometidos no dia 8 e alguns casos podem ter acontecido antes, mas só foram denunciados após as vítimas se sentirem conscientes e encorajadas, graças à visibilidade da data.

Por Jerusia Arruda

Jerusia Arruda
Jerusia Arruda

Aviso

  • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *