Publicidade
FENICS 2108 - RESERVE JÁ,JÁ, SEU STAND!  
Inicio » Mais Seções » Tecnologia » Fim do sinal de TV analógico pode ser adiado em Minas Gerais

Fim do sinal de TV analógico pode ser adiado em Minas Gerais

Fim do sinal de TV analógico pode ser adiado em Minas Gerais

O desligamento do sinal analógico de TV em 39 cidades mineiras, que está previsto para 26 de julho deste ano, poderá ser adiado.

Fim do sinal de TV analógico pode ser adiado em Minas Gerais
Fim do sinal de TV analógico pode ser adiado em Minas Gerais

 

O pedido de readequação do cronograma foi feito pelo Grupo de Implantação do Processo de Distribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (Gired), que regulamenta todo o processo de migração do sinal de TV no Brasil.

O pedido está sendo analisado pelo ministro de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab. Procurada pela reportagem, a pasta não respondeu quando o martelo sobre a data será batido.

O argumento para o pedido de adiamento, conforme a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), é que as emissoras de TV estão enfrentando problemas técnicos para a instalação de estações. Conforme o órgão, as empresas de telecomunicações concordaram com o adiamento, desde que seja mantido o calendário de ativação da tecnologia 4G na faixa de 700 mega-hertz para o próximo ano.

Além de Minas, o Gired também pediu o adiamento do desligamento em Fortaleza, Salvador e interior de São Paulo. Foi mantido o cronograma de desligamento do Recife para o mês de julho, e também o do Rio de Janeiro e o de Vitória, marcados para outubro.

Kits gratuitos

Mesmo sem a definição da mudança, milhares de mineiros podem se cadastrar para receber gratuitamente kits para conversão do sinal de TV analógica para digital. Têm direito ao material – formado por antena digital, conversor e controle remoto – as famílias inscritas em programas sociais do Governo Federal, como Bolsa Família, Minha Casa, Minha Vida e Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

Para receber o kit, é necessário que o beneficiário faça um agendamento no www.sejadigital.com.br ou pelo número telefônico 147. Ele deve informar o número de identificação social ou CPF para confirmar se tem direito ao material. Depois desta verificação, basta preencher um formulário com os dados de contato.

De acordo com a Seja Digital, assim que a data do desligamento for confirmada, os kits vão começar a ser distribuídos no Estado. A promessa do Governo de Minas é de que 422 mil famílias vão ser contempladas com os kits gratuitos.

Cidades com sinal digital

Em Minas, a mudança irá atingir os municípios de Araçaí, Baldim, Belo Horizonte, Betim, Brumadinho, Cachoeira da Prata, Caeté, Capim Branco, Confins, Contagem, Esmeraldas, Florestal, Fortuna de Minas, Funilândia, Ibirité, Igarapé, Inhaúma, Itaúna, Jequitibá, Juatuba, Lagoa Santa, Mário Campos, Mateus Leme, Matozinhos, Nova Lima, Pedro Leopoldo, Prudente de Morais, Raposos, Ribeirão das Neves, Rio Acima, Sabará, Santa Luzia, São Joaquim de Bicas, São José da Lapa, São José da Varginha, Sarzedo, Sete Lagoas, Taquaraçu de Minas e Vespasiano.

Como digitalizar?

Para sintonizar a TV digital em qualquer tipo de TV, é preciso instalar um conversor e uma antena externa. As TVs de tela fina, mais modernas, já têm um conversor integrado. Nelas, basta conectar a antena externa na TV e sintonizar os canais digitais com uma busca automática.  Mas nem toda TV de tela fina é digital. Algumas fabricadas antes de 2012 também vão precisar do conversor, que é conectado à TV para sintonizar os canais.

As TVs de tubo, mais antigas, também vão precisar de um conversor. Será preciso ligar a antena externa ao conversor, plugar o conversor na TV, fazer a busca e assistir à programação da TV digital com melhor imagem e melhor som.

Leia Também

Saiba como conhecer Nova York fazendo um cruzeiro pelo rio que corta a cidade

* Por: da redação - 16 de agosto de 2018. Saiba como conhecer Nova York …

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *