PÓS-GRADUAÇÃO PUC MINHAS em MONTES CLAROS

Obtenha mais clientes com a sua ficha do Google
Inicio » Esporte » Copa do Brasil » Copa do Brasil – Atlético vai mal, toma três gols do Botafogo

Copa do Brasil – Atlético vai mal, toma três gols do Botafogo

Copa do Brasil – Atlético vai mal, toma três gols do Botafogo

Além das derrotas recentes, das atuações ruins e da queda do técnico Roger Machado, o Atlético teve que lidar com a dificuldade de marcar gol e de superar um dos seus maiores carrascos no futebol brasileiro, o Botafogo.

Copa do Brasil - Atlético vai mal, toma três gols do Botafogo
Copa do Brasil – Atlético vai mal, toma três gols do Botafogo

E diante de tantas situações negativas, o Galo não conseguiu dar a volta por cima e viu ruir o sonho de conquistar a Copa do Brasil. Com muitas falhas defensivas, principalmente no primeiro tempo, os mineiros foram derrotados pelo Botafogo por 3 a 0, na noite desta quarta-feira, no Engenhão, e está eliminado do torneio nacional. Carli, Roger e Gilson marcaram para os donos da casa e intensificaram ainda mais o mal momento atleticano na temporada.

Essa foi a quarta eliminação atleticana para o clube da estrela solitária na Copa do Brasil, repetindo as histórias das edições de 2007, 2008 e 2013. Além disso, o que frustra ainda mais a Massa é que nem a grande quantidade de finalizações desperdiçadas nas últimas partidas o Atlético conseguiu repetir. A equipe não exigiu nenhuma boa defesa do goleiro Jefferson, deixando a busca da vaga ainda mais complicada.

Agora, o Atlético tenta se recuperar na temporada. O próximo desafio é no Campeonato Brasileiro, fora de casa, domingo, contra o Coritiba. O Fogão, que joga no sábado, pela Série A, contra o São Paulo, passa às semifinais e ganha mais moral para a sequência de 2017.

O JOGO. Com o revés no primeiro jogo por 1 a 0, o Botafogo exerceu uma forte pressão inicial. Sem conseguir sair do campo de defesa, o Atlético não suportou a blitz carioca e acabou levando o gol. Aos 5 minutos, o zagueiro argentino Carli desviou, na pequena área, e abriu o marcador. Depois de ter a meta vazada, o Galo conseguiu adiantar a equipe. Sem um centroavante de origem, o time apostava nas infiltrações e triangulações, que renderam duas boas chances com Elias e Marcos Rocha. O volante chutou por cima e o lateral parou em Jefferson.

Apesar da postura mais ofensiva, os mineiros não conseguiam pressionar o adversário e tinham dificuldades de criar chances mais claras. O Fogão, que conta com um time muito rápido e organizado, passou a apostar nos contra-ataques. Além do bom desempenho do seu ataque, os donos da casa se aproveitavam da desorganização defensiva atleticana. Os três volantes escalados por Micale não conseguiam fechar os espaços, e Marcos Rocha foi envolvido completamente por Pimpão.

E foi justamente por esse setor que os cariocas ampliaram o placar. Aos 41 min, João Paulo cruzou, Roger ganhou de Gabriel e, de cabeça, tirou a bola do alcance de Victor, colocando o clube da estrela solitária em vantagem pela vaga nas semifinais.

No segundo tempo, Micale tirou Robinho e colocou Rafael Moura e substituiu Yago por Rafael Carioca. O time ficou até mais organizado. Porém, com a necessidade de marcar um gol para se classificar, os mineiros acabavam deixando muitos espaços, o que favorecia o rápido ataque do Botafogo. Depois de dois bons lances de Pimpão, que assustaram a defesa atleticana, o Atlético  melhorou e passou a pressionar. O time, porém, seguia pecando no penúltimo passe, tendo dificuldades para finalizar.

O embate foi tomando contornos dramáticos. O Galo seguia em cima, mas não conseguia exigir esforços do goleiro Jefferson. Todo no ataque, os mineiros ainda deram espaços para Gilson, aos 44 minutos, receber livre e bater na saída de Victor, fechando o triunfo do Botafogo por 3 a 0 e aumentando a decepção atleticana em 2017, desta vez na Copa do Brasil.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *