PUBLICIDADE



Fenics 2017
Inicio » Minas Gerais » MG – Policiais militares salvam bebê que estava engasgado

MG – Policiais militares salvam bebê que estava engasgado


Reviewed by:
Rating:
5
On 11 de agosto de 2017
Last modified:11 de agosto de 2017

Summary:

MG - Policiais militares salvam bebê que estava engasgado

MG – Policiais militares salvam bebê que estava engasgado

Policiais militares de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, salvaram a vida de um bebê de apenas 2 meses que estava engasgado, na noite de quinta-feira (10). 

Criança foi salva pela ação rápida dos policiais
Criança foi salva pela ação rápida dos policiais

 

Desesperados enquanto carregavam a criança sufocada e sem movimento nos braços, os pais da criança gritavam por socorro por volta das 21h dentro da 187ª Companhia da corporação quando uma viatura do Grupo Especializado de Policiamento em Áreas de Risco (Gepar) da Polícia Militar (PM) passou pela avenida Madeira, no bairro Santa Cruz.

O casal informou que a filhinha havia sufocado com o próprio vômito, sendo que a menina já estava com o corpo arroxeado. Imediatamente o tenente Martins pegou a criança no colo e a colocou no braço direito, executando a manobra de Heimlich, usada para desengasgar a criança.

A manobra foi realizada dentro da viatura enquanto eles se deslocavam para o Hospital do Teresópolis. Os pais do bebê estavam em estado de choque quando, ainda a caminho da unidade de saúde, os militares conseguiram desobstruir as vias aéreas da criança, que retomou a cor normal.

Após a chegada no hospital, a criança foi atendida por uma médica plantonista que informou que as manobras efetuadas pelo policial e a rapidez do socorro foram fundamentais para o sucesso do salvamento.


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaços abaixo são destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail valido).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *