Empréstimo Consignado para aposentados, pensionistas do INSS

Últimas Notícias
Casa das Apostas Online Betway

MG – Confirmada sexta morte por Chikungunya em Minas Gerais

MG – Confirmada sexta morte por Chikungunya em Minas Gerais

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) de Minas Gerais divulgou nesta segunda-feira (21/08/2017) o Boletim Epidemiológico de Monitoramento dos casos de Dengue, Chikungunya e Zika Vírus informando que, desde o início do ano, o estado já registou seis mortes confirmadas por Febre Chikungunya. Ao todo, são 17.994 prováveis casos da doença e com todos os óbitos ocorridos em Governador Valadares, região do Rio do Doce.

MG - Confirmada sexta morte por Chikungunya em Minas Gerais
MG – Confirmada sexta morte por Chikungunya em Minas Gerais

 

Conforme a SES, em todas as seis mortes ocasionadas pela febre, as vítimas já apresentavam comorbidades, ou seja, alguma doença que poderia agravar o estado de saúde, como diabetes, pressão alta, entre outras. Ainda conforme a Secretaria, a faixa etária dos mortos era de 66 a 96 anos. Todos os casos aconteceram no primeiro trimestre do ano.

De acordo com o boletim, além da Chikungunya, em 2017, o Estado já registrou 25.463 casos prováveis de dengue, sendo 13 mortes confirmadas pela doença, e 764 casos prováveis de Zika Vírus, mas sem registro de mortes.

Segundo a SES, a cada quinze dias o boletim é atualizado.

FEBRE CHIKUNGUNYA

Os sintomas da doença são febre alta, dor muscular, exantema (erupção na pele), conjuntivite e dor nas articulações (poliartrite). No Brasil, o Aedes aegypti e o Aedes albopictus, mosquitos transmissores da dengue e da febre amarela, são os vetores da doença.