Casa das Apostas Online Betway

PÓS-GRADUAÇÃO PUC MINAS

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Inicio » Norte de Minas » PF investiga quadrilha que falsificava documentos para obter linhas de crédito no Norte de Minas

PF investiga quadrilha que falsificava documentos para obter linhas de crédito no Norte de Minas

PF investiga quadrilha que falsificava documentos para obter linhas de crédito no Norte de Minas

PF investiga quadrilha que falsificava documentos para obter linhas de crédito no Norte de Minas
PF investiga quadrilha que falsificava documentos para obter linhas de crédito no Norte de Minas

 

A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje, 22/08, a Operação “GERAÇÃO PERDIDA” com o objetivo de desarticular organização criminosa atuante na região norte de Minas Gerais, na reiterada prática de fraudes ao sistema bancário oficial.

A operação consiste no cumprimento simultâneo de 21 mandados judiciais: 07 (sete) Mandados de busca e apreensão, 07 (sete) Mandados de sequestro de bens e 07 (sete) ordens de identificação criminal em Montes Claros e Várzea da Palma.

*As investigações, oriundas do Inquérito Policial 377/2016-DPF/MOC/MG, demonstraram a atuação, em unidade de entendimentos, de uma organização criminosa, que atuava no desvio de valores de instituições financeiras, mediante sucessivas fraudes.

Sem que tivessem os verdadeiros nomes inseridos nos Sistemas de Proteção ao Crédito/SERASA, os investigados promoveram a criação fictícia de documentos pessoais de identificação, CPF’s, comprovantes de endereços, além de inserção de dados falsos em Declarações de Imposto de Renda, com o manifesto propósito de possibilitar a obtenção de crédito de grande monta, particularmente junto à Caixa, empresa pública federal lesada em aproximadamente R$ 1.300.677,00.

Após a obtenção de linhas de créditos (CDC, Cartão de Crédito), obtidas com a utilização de documentos falsos, inicia-se a etapa seguinte, consistente na retirada dos valores financeiros da instituição bancária oficial. Dessa forma, além da realização de compras de produtos e mercadorias, utilizando-se do crédito disponibilizado pela instituição financeira, os valores também eram transferidos para contas de terceiros, integrantes do bando, a fim de serem sacados ou com o propósito de retornarem, via transferência bancária oficial, para a conta de outros membros, líderes da organização criminosa  investigada.

PF investiga quadrilha que falsificava documentos para obter linhas de crédito no Norte de Minas
PF investiga quadrilha que falsificava documentos para obter linhas de crédito no Norte de Minas

 

Tendo em conta que os investigados fizeram uso de documentos pessoais falsos na execução dos crimes investigados, a decisão judicial também determinou a identificação criminal de todos eles, a teor do que consta da Lei 12.037/12, artigo 4º, IV.

Os investigados estão sendo indiciados por estelionato qualificado (CP, arts. 171, § 3º – contra empresa pública federal), quadrilha ou banco (CP, art. 288), Falsidade Ideológica, (CP, art. 299), Uso de documentos falsos (CP, art. 304) e falsa identidade (art. 307). Somadas, cumulativamente, as penas máximas aplicadas aos crimes ultrapassam os 30 anos.

A operação desta terça-feira contou com a participação de 60 policiais federais que cumpriram mandados nas cidades de Várzea da Palma/MG e Montes Claros/MG.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *