Últimas Notícias

Cultura Moc – Montes Claros Premiado em Festival Filmes Militares

Cultura Moc – Montes Claros Premiado em Festival Filmes Militares

No sábado, dia 30 de setembro 2017, foi realizada na Casa da FEB a premiação do MILITUM – Festival de Cinema de História Militar, uma realização da Pátria Filmes, em parceria com a Federação de Academias de História Militar Terrestre do Brasil e a Associação Nacional dos Veteranos da Força Expedicionária Brasileira, apresentando em 2017 sua primeira edição.

Alexandre Naval
Alexandre Naval

 

A nova edição do festival ocorrerá em 2018, estando desde já abertas as inscrições. O festival tem como objetivo incentivar a produção independente do cinema brasileiro, promover o acesso a obras audiovisuais inovadoras, culturais e educativas, bem como proporcionar o debate, a discussão, o aprendizado e a difusão do conhecimento sobre a história militar brasileira.

Os três dias de sessões contaram com a presença de expressivo público. No encerramento e premiação compareceram representantes de diversas entidades, entre os quais o General de Divisão Riyuzo Ikeda, Diretor do Patrimônio Histórico e Cultural do Exército, General Marcio Tadeu Bettega Bergo, Chefe do CEPHIMEX e Presidente do IGHMB, com a comitiva de Pesquisadores do Centro, Capitão de Fragata Marc Luchini, da Marinha Nacional Francesa, membros do Júri, diretores e produtores dos filmes concorrentes.

O diretor Alexandre Naval, foi quem representou a terra do pequi com o filme documentário “O Peso da Guerra”. O filme aborda um ponto de vista inédito, focado principalmente nas situações particulares vividas pelos nossos ex-combatentes nos campos de batalha da 2ª Guerra Mundial e na vida.  O festival aconteceu no período de 28 a 30 de setembro, na Associação Nacional dos Veteranos da Força Expedicionária Brasileira. O diretor Alexandre Naval compôs a mesa de debates do festival que falou sobre filmes militares e produções de baixo orçamento.

Filmes Premiados – FESTIVAL MILITUM 2017

APOLLO DE MELHOR FOTOGRAFIA
Nos Confins do Brasil e do Mundo, de Marco Schiavon

APOLLO DE MELHOR MONTAGEM
O Peso da Guerra, de Alexandre Naval

APOLLO DE MELHOR ROTEIRO
Por MaisTerras que eu Percorra, de Denise Marchi e Luís Mário Fontoura

APOLLO DE MELHOR DIREÇÃO
Por MaisTerras que eu Percorra, de Denise Marchi e Luís Mário Fontoura

APOLLO FEMININO (concedido ao filme que melhor destaque a participação feminina nas Forças Armadas do Brasil)
Missão de Paz, de Ruyter Curvello Duarte

APOLLO SOAMARINO (prêmio concedido em parceria com a Sociedade de Amigos da Marinha
do Rio de Janeiro para o melhor filme sobre a Marinha do Brasil)
Nos Confins do Brasil e do Mundo, de Marco Schiavon

APOLLO FEBIANO (concedido ao melhor filme sobre a atuação do Brasil na Segunda Guerra Mundial)
Por MaisTerras que eu Percorra, de Denise Marchi e Luís Mário Fontoura

APOLLO HISTORIADOR (concedido ao filme que revele contribuição inovadora ao estudo da história militar no Brasil)
O dia em que um brasileiro enganou Hitler, de Felipe Dideus

APOLLO DE MELHOR DOCUMENTÁRIO
Por MaisTerras que eu Percorra, de Denise Marchi e Luís Mário Fontoura

APOLLO DE MELHOR FICÇÃO
Esperança, de Nathaniel Cragun

APOLLO DE MELHOR FILME PELO JÚRI POPULAR (concedido ao filme mais votado pelo público presente às sessões do Festival)
Rendição da 148ª. Divisão de Infantaria alemã à FEB, de Artemio Jr

Site oficial do festival: https://www.patriafilmes.com/festival-militum