FENICS 2019 - ACI

Inicio » Mais Seções » Arte e Cultura » MOSTRA DE CINEMA DE TIRADENTES TERMINA HOJE COM ANÚNCIO DOS VENCEDORES DAS MOSTRA AURORA, FOCO E OLHOS LIVRES

MOSTRA DE CINEMA DE TIRADENTES TERMINA HOJE COM ANÚNCIO DOS VENCEDORES DAS MOSTRA AURORA, FOCO E OLHOS LIVRES

MOSTRA DE CINEMA DE TIRADENTES TERMINA HOJE  COM ANÚNCIO DOS VENCEDORES DAS MOSTRA AURORA, FOCO E OLHOS LIVRES

Noite revelará também os escolhidos pelo júri popular e a ganhadora do Prêmio Helena Ignez; longa “A moça do calendário” encerra a programação de filmes, no Cine-Tenda

MOSTRA DE CINEMA DE TIRADENTES TERMINA HOJE  COM ANÚNCIO DOS VENCEDORES DAS MOSTRA AURORA, FOCO E OLHOS LIVRES
MOSTRA DE CINEMA DE TIRADENTES TERMINA HOJE  COM ANÚNCIO DOS VENCEDORES DAS MOSTRA AURORA, FOCO E OLHOS LIVRES

 

O último dia da 21a Mostra de Cinema de Tiradentes, neste sábado, traz, na forma de bate-papo, um balanço da programação e dos filmes apresentados no evento. Às 15h, na mesa “Chamado realista: Cinema brasileiro contemporâneo”, os críticos Cecília BarrosoLuiz Carlos Merten e Raul Arthuso falam sobre as principais questões formais levantadas pelos longas e curtas este ano e de que maneira as abordagens de seus universos se distinguem entre si e no atual cenário de realização. A mediação será do curador Francis Vogner dos Reis.

 A programação, entretanto, tem início mais cedo. A partir das 10h, acontecem os últimos Encontros com os Filmes deste ano, discutindo “Antes do Fim”, com a presença da crítica Luciana Corrêa de Araújo“Lembro Mais dos Corvos”, com Denilson Lopes; e “Rebento”, com Ela Bittencourt. Para as crianças, a dica é a Mostrinha de Cinema, que traz cinco curtas para toda a família no Cine-Tenda, a partir das 10h30. Na sequência, às 12h30, o encerramento das oficinas realizadas durante o evento contará com a entrega de certificados e apresentação dos curtas produzidos pelos participantes. Às 15h, tem a Sessão Jovem no mesmo local, com três curtas: “Secundas”, de Cacá Nazario, “Na Esquina da Minha Rua Favorita com a Tua”, de Alice Name-Bomtempo, e “Desfragmento”, de Helena Lukianski e Giuliana Heberle. Dedicada a novos realizadores, a Mostra Formação 2, reúne, às 18h no Cine-Teatro Sesi, “Meu Nome é Coraci”, de Adan Sousa, “Regresso”, de Rafael Dornellas, “Raiz”, de Andressa Matias Carvalho, e “Ainda Não”, de Júlia Leite. A mostra Chamado Realista tem programação dupla. Às 18h, no Cine-Tenda, será exibido o longa “Nóis por Nóis”, de Aly Muritiba e Jandir Santin, que trata dos movimentos culturais na periferia de Curitiba. Logo após a sessão, às 20h, no Sesc Cine-Lounge, o diretor Jandir Santin e a atriz Ma Ry participam de um bate-papo com o público sobre “Realismo e dramaturgia: como construir uma nova imagem da juventude periférica”. Realizada numa parceria cultural com o Sesc, a conversa pretende discutir as relações entre processo de criação e a contribuição criativa dos jovens atores que compõem o elenco do filme. No Cine BNDES na Praça, às 20h, o evento promove a Mostra Valores, com a exibição do curta “Descubra #Tiradentes300anos”, produzido pela Universo Produção com participação de moradores, turistas e público em geral sobre o aniversário da cidade. Às 20h30, a programação na praça se encerra com o documentário“Torquato Neto – Todas as Horas do Fim”, de Eduardo Ades e Marcus Fernando, em que a trajetória do poeta piauiense é recontada por alguns de seus amigos mais próximos.

O longa-metragem “A Moça do Calendário”, de Helena Ignez, será o filme de encerramento da Mostra, no Cine-Tenda, às 20h. Com roteiro de Rogério Sganzerla, conta a história de Inácio, ex-gari que trabalha como dublê de dançarino e mecânico da oficina Barato da Pesada. Diariamente ele sonha com a moça do calendário, até não saber mais diferenciar os devaneios e a realidade. Helena Ignez também nomeia um prêmio especial que será dado pelo Júri da Crítica a alguma profissional feminina que tenha participado dos filmes na Mostra Aurora.

Logo em seguida ao filme, às 22h30, no Cine-Tenda, acontece a cerimônia oficial de encerramento, com anúncio dos vencedores, premiações do Júri da Crítica (Troféu Barroco e Prêmio Helena Ignez), Júri Jovem (Troféu Carlos Reichenbach) e Júri Popular (Troféu Barroco).

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *