Vaga no Bolso

Turbo Pesquisa - CLIQUE AQUI PARA MIAS INFORMAÇÕES
Inicio » Últimas » Vôlei – Montes Claros Vôlei bate Corinthians em jogo acirrado, pela Superliga Masculina

Vôlei – Montes Claros Vôlei bate Corinthians em jogo acirrado, pela Superliga Masculina

Vôlei – Montes Claros Vôlei bate Corinthians em jogo acirrado, pela Superliga Masculina

Em jogo muito disputado, o Montes Claros venceu o Corinthians por 3 sets a 2, nesse sábado à noite, dentro de casa, no Ginásio Tancredo Neves, pela quarta rodada da Superliga Masculina. As parciais foram 25×23, 24×26, 21×25, 26×24 e 15×13.

Em jogo muito disputado, o Montes Claros venceu o Corinthians por 3 sets a 2
Em jogo muito disputado, o Montes Claros venceu o Corinthians por 3 sets a 2

 

Com o resultado positivo – a quarta vitória em 14 jogos-, o Pequi Atômico subiu uma posição na tabela da Superliga Masculina, mas ainda continua fora dos oito primeiros colocados que avançam para os playoffs. A equipe do Norte de Minas agora é a nona colocada no torneio, com 13 pontos.

O Jogo

O jogo teve um aspecto curioso. Embora na quadra a competição fosse de voleibol, nas arquibancadas foi travada uma disputa de torcedores do futebol. Um grupo de corintianos apoiavam a equipe paulista. Do outro lado do Ginásio, a torcida “Palmeiras Moc” se posicionou a favor do Pequi Atômico. A rivalidade fez aumentar o barulho no Caldeirão.

Com a chuva forte em Montes Claros, por várias vezes, a partida ficou parada por causa de goteiras em uma parte do ginásio. O Montes Claros volta a quadra na próxima sexta feira contra o Campinas, no interior paulista.

O Corinthians jogou sem o seu líder,  o líbero Serginho, que se recupera de contusao. No entanto, o  substituto dele, o jovem Felipe, não comprometeu.

No primeiro set, em ponto de ace de Lorena, o Montes Claros abriu vantagem de 3 x 1. O Corinthians empatou em 6 x 6 com ponto de saque de Rodrigo. Depois o Pequi Atômico fez 11 x 9 em ace de Zanotti. O Corinthians empatou (12 x 12). A equipe visitante virou para 18 x 20. O Montes Claros retomou a dianteira (22 x 21) e venceu o set por 25 x 23.

No segundo set, o Montes Claros fez 4 x 2 em bloqueio de Mesa. Com Lorena bem no saque, o Pequi Atômico marcou 10 x 6 e depois ampliou para 13 x 8. A impressão era que o time da casa caminhava para vencer a parcial. Mas o Corinthians buscou o jogo. Com o ace de Luizinho, os visitantes empataram em 16 x 16 e depois viraram (16 x 18). Ao final do set, o Montes Claros empatou (24 x 24). Porem, o time paulista venceu a parcial por 24 x 26 empatou a partida em 1 x 1.

O terceiro set começou equilibrado. Em ponto de ataque de Zanotti, o Montes Claros fez 11 x 9. Os visitantes empataram (11 x 11). Depois o Corinthians virou para 15 x 18 e venceu o set por 21 x 25, fazendo 1 x 2 na partida.

O quarto set foi dominado pelo equilíbrio. O Pequi Atômico largou na frente (3 x 1), mas o Corinthians buscou o empate (8 x 8). O jogo continuou equilibrado (16 x 16). Ao final, incentivado pela sua torcida e comandado por Lorena e Zanotti, o Montes Claros venceu a parcial e levou a partida par para o tie-break.

No quinto e decisivo set, com Lorena no saque o Pequi saiu arrasador e fez 5 x 2. Na sequencia, marcou 9 x 5. Empurrado pela sua torcida, o time da casa abriu a diferença de cinco pontos (12 x 7). Mas os visitantes não desanimaram e encostaram no placar 13 x 12. Ao final, em ataque de Zanotti (escolhido o melhor em quadra), o Montes Claros fechou o set em 15 x 13 e venceu a partida por 3 x 2.

Polêmica 

Durante a partida entre Montes Claros e Corinthians, houve muita reclamação dos jogadores do time da casa contra as marcações da arbitragem, alegando favorecimento à equipe paulista.

Após o jogo, o central Riad, do Corinthians, reclamou das goteiras no fundo da quadra. Riad disse que não gostou da resposta que recebeu de um funcionário da equipe local depois de relatar o problema e houve um princípio de tumulto.

“Não estou dizendo que o problema (das goteiras)  influenciou no resultado da partida.  Mas estou falando para o bem de vocês  (jogadores do Montes Claros) . Venho aqui uma vez por ano. Os atletas que  treinam e jogam aqui todo o ano que podem escorregar e se machucarem”, afirmou o jogador corinthiano, que também reclamou que o ginásio Tancredo Neves é “um ginásio sujo”.

O gestor do Montes Claros, Andrey Souza, acalmou os ânimos. Ele conversou com Riad e informou que a prefeitura de Montes Claros (responsável pelo espaço) já realizou a licitação para a reforma da cobertura do ginásio. A licitação do serviço foi divulgada pelo secretário municipal de Esportes da cidade, Igor Dias, na semana passada.

No período de 27 de fevereiro a 2 de março, o Ginavio Poliesportivo de Montes Claros vai sediar o Campeonato Sul Americano de Volei.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas. Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *