Últimas Notícias

Sul-Americano de Vôlei Masculino, Montes Claros disputa 3º lugar contra Bolívar

Sul-Americano de Vôlei Masculino, Montes Claros disputa 3º lugar contra Bolívar

A penúltima noite do Sul-Americano de Clubes Masculino de Voleibol, que está sendo realizado em Montes Claros/MG, foi marcado por grandes jogos, rallys sensacionais e sets que se arrastaram até 33 pontos.

Sul-Americano de Vôlei Masculino, Montes Claros disputa 3º lugar contra Bolívar
Sul-Americano de Vôlei Masculino, Montes Claros disputa 3º lugar contra Bolívar

 

Com um público de quase 2.700 pessoas presentes no Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves, os times do Sada/Cruzeiro, Personal/Bolívar, MONTES CLAROS VÔLEI e Lomas Vòley fizeram as duas semifinais. Antes, ocorreu a disputa do 5º e 6º lugares entre Club Peerless, do Peru e o Thomas Morus, do Chile.

A equipe vencedora garantirá presença no Mundial de Clubes que será realizado em dezembro na Polônia. Na edição de 2017, o Montes Claros ficou em quarto lugar, em terceiro ficou a equipe UPCN, da Argentina, em segundo o Personal/Bolívar, também da Argentina e o campão Sada/Cruzeiro.

Na disputa pelo 5º lugar, o Club Peerless, do Peru, surpreendeu e venceu de virada o Thomas Morus, do Chile. A partida teve duração de 1h36min de duração e terminou por 3 sets a 1, com parciais de 25/19; 21/25; 23/25 e 23/25. Lurita foi o destaque pelo clube peruano, ao pontuar 21 vezes, todavia, o número não foi o suficiente para superar o chileno Ibarra, que marcou 22 vezes.

O segundo jogo da noite foi entre o tetracampeão Cruzeiro e o Personal/Bolívar. A Equipe celeste não deu chances para os argentinos e fecharam a partida em 3 sets a 0, com parciais de 25/19, 33/31 e 25/16 em 1h24min de jogo.

Os maiores pontuadores do confronto foram Leal, do Cruzeiro com 15 acertos. Já pelo lado do Bolívar, o maior pontuador foi o Theo, com 17 pontos. O Cruzeiro busca o Pentacampeonato do Sul-Americano. O time da Raposa venceu as edições de 2012, 2014, 2016 e 2017.

No outro clássico entre brasileiros e argentinos, o MONTES CLAROS VÔLEI com o apoio da sua torcida encarou o Lomas Vóley. O jogo foi bastante emocionante com a equipe norte-mineira bastante, errando fundamentos como o saque, a recepção e o passe, facilitaram a vida do time argentino.

Ao final da partida, o time norte-mineiro não conseguiu superar os adversários que venceram por 3 sets a 1, com parciais de 21/25; 16/25; 25/21 e 22/25 em 1h51min de partida.

Os maiores pontuadores do confronto foram Lucas Ocampo para o Lomas e Lorena, com 20 pontos para o MOC VÔLEI.

A disputa pelo 3º e 4º lugares entre o Pequi Atômico e Pesonal/Bolívar será neste sábado, às 18h30min e a final inédita entre Sada/Cruzeiro e Lomas Vóley, às 21h30min, com transmissão do Canal SporTV. O ingresso para o último dia custa R$ 20,00.