Inicio » Montes Claros » Hora do Planeta – O Jornal Montes Claros é a primeira empresa a aderir o movimento social em Minas Gerais

Hora do Planeta – O Jornal Montes Claros é a primeira empresa a aderir o movimento social em Minas Gerais

Hora do Planeta – O Jornal Montes Claros é a primeira empresa a aderir o movimento social em Minas Gerais

O Jornal Montes Claros  se tornou, na tarde desta sexta-feira (03/03/2018), a primeira empresa de Minas Gerais  a aderir ao Movimento “HORA DO PLANETA” 2018. Esta é já a 5 edição na qual o Jornal Montes Claros, faz parte da ação.

 

Hora do Planeta - O Jornal Montes Claros é a primeira empresa a aderir o movimento social em Minas Gerais
Hora do Planeta – O Jornal Montes Claros é a primeira empresa a aderir o movimento social em Minas Gerais

 

O que é a HORA DO PLANETA?

A Hora do Planeta, conhecida globalmente como Earth Hour, é um ato simbólico no qual todos são convidados a mostrar sua preocupação com o aquecimento global. É uma iniciativa mundial da Rede WWF para enfrentar as mudanças climáticas.

Durante a Hora do Planeta, pessoas, empresas, comunidades e governo são convidados a apagar suas luzes pelo período de uma hora para mostrar seu apoio ao combate ao aquecimento global.

  • A Hora do Planeta é um ato simbólico no qual, governos, empresas e cidadãos são convidados a partir da reação à ação, em defesa da vida. E o apagar das luzes sinaliza este engajamento. É uma forma de comunicação entre os próprios manifestantes e entre estes e seus governos.

 

  • A Hora do Planeta é uma forma que a Rede WWF encontrou para engajar e mobilizar a sociedade para manifestar – por meio de uma ação simbólica e emblemática – a sua preocupação com o aquecimento do planeta.

 

  • No sábado, dia 24 de março de 2018, às 20h30, milhões de lares, milhares de ruas, centenas de monumentos, bairros e cidades ao redor do mundo apagarão suas luzes por sessenta minutos.

 

  • Aqui no Brasil, a Hora do Planeta também tem o objetivo de alertar para a necessidade de conservação e recuperação dos ecossistemas, como forma de nos proteger das mudanças climáticas e de reduzir nossas emissões de gases de efeito estufa causadas pelo desmatamento. É, também, uma forma de promover a defensa das matas ciliares e do Código Florestal.

 

  • Em nível global, a Hora do Planeta é uma das ações que serão desenvolvidas pela Rede WWF para que a população se manifeste de forma a influenciar as autoridades locais e mundiais para a redução das emissões globais de gases de efeito estufa.

 

Hora do Planeta - O Jornal Montes Claros é a primeira empresa a aderir o movimento social em Minas Gerais
Hora do Planeta – O Jornal Montes Claros é a primeira empresa a aderir o movimento social em Minas Gerais

 

 

Por que apagar as luzes?

  • Porque é um gesto simples e de visibilidade que pode ser adotado em todo o planeta. Apagar a luz, no caso brasileiro, é sinalizar que nós estamos preocupados com o aquecimento do planeta e queremos dar nossa contribuição, influenciando e pedindo ações de redução das emissões e de adaptação às mudanças climáticas, combatendo o desmatamento e conservando nossos ecossistemas.

 

  • O gesto simbólico mostra que o Brasil e os brasileiros devem fazer a sua parte e também incentiva o diálogo dos manifestantes entre si e entre esses e os governos.

 

  • Apagando a luz por 60 minutos, a população vai demonstrar o quanto valoriza nossas florestas em pé, a preservação da vegetação natural e o seu uso sustentável, a saúde dos rios e a qualidade da água, além de mostrar a sua disposição para o combate ao aquecimento global e em favor da adaptação aos seus efeitos.

 

  • Embora defenda a economia de energia e a maior eficiência na sua produção, transporte e consumo, o WWF-Brasil não pretende que o apagar das luzes na Hora do Planeta represente esses resultados em si.

 

  • Portanto, apagar a luz também é um ato que simboliza a eficiência e o uso de todos os recursos com inteligência e responsabilidade. Apesar da eletricidade no Brasil ser gerada, principalmente, a partir de hidrelétricas, considerada uma fonte renovável, ela não é totalmente limpa, gerando danos aos ecossistemas aquáticos e podendo estimular o desmatamento se forem implantadas sem os devidos cuidados.

 

  • Outros países produzem energia elétrica a partir de combustíveis fósseis como carvão, gás e diesel, situação muito mais negativa para as mudanças climática do que no caso do Brasil, já que temos como principal fonte a produção proveniente de usinas hidrelétricas. Dados para o futuro apontam para um maior uso de energia oriunda de fontes fósseis, mesmo no Brasil. Infelizmente, dados para o futuro apontam para um maior uso de energia oriunda de fontes fósseis, mesmo no Brasil. Estudos apontam que grandes centrais hidrelétricas em regiões como a Amazônia também provocam grande impacto ambiental e social.

Por que Hora do Planeta no Brasil?

  • Porque o Brasil tem sua importante contribuição a dar para a redução das emissões de gases de efeito estufa para cômputo global, uma vez que somos o terceiro maior produtor destes gases, principalmente por conta do desmatamento.

 

  • Porque o Brasil, sendo a 9ª maior economia do planeta, é uma potência dentre os países. Devemos ser exemplo para um desenvolvimento justo e sustentável, com promoção da economia verde.
  • Porque o Brasil tem que cumprir a sua lição de casa, ou seja, cumprir as metas que apresentou internacionalmente sob o Acordo de Copenhague e ter plano de adaptação às mudanças climáticas.
  • Porque o Brasil está entre os 17 países megabiodiversos que têm 75% da biodiversidade do mundo, sendo o primeiro e de maior biodiversidade.

 

  • Porque o WWF-Brasil acredita que o Brasil pode assumir liderança mais forte e a tempo frente às mudanças climáticas e adaptação.

 

  • Porque o WWF-Brasil acredita que o Brasil pode ser um exemplo e líder do desenvolvimento sustentável e da economia verde – também chamada de economia de baixa emissão de carbono – construída com a promoção da eficiência energética, adoção de fontes renováveis de energia como solar, eólica e biomassa, uso mais sustentável do solo na agricultura e no setor florestal, incentivos para a Redução de Emissões oriundas do Desmatamento e Degradação florestal (REDD), aspectos da sustentabilidade.

Quer aderir sua empresa, Cidade, ou pessoalmente? CLIQUE AQUI.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *