Empréstimo Consignado para aposentados, pensionistas do INSS

Últimas Notícias
Casa das Apostas Online Betway

Saúde – Mais qualidade e menor tempo são o foco na odontologia moderna

Saúde – Mais qualidade e menor tempo são o foco na odontologia moderna

Tecnologia CAD/CAM reproduz de forma mais perfeita possível o dente original da arcada do paciente em apenas 13 minutos.

Pedro Portugal do Laboratório Protesys demonstra a técnica CAD CAM em workshop
Pedro Portugal do Laboratório Protesys demonstra a técnica CAD CAM em workshop

 

A odontologia moderna exige padrões de qualidade muito superiores aos verificados no passado, sob dois níveis fundamentais: funcionalidade (que devolve uma mastigação adequada ao paciente) e estética. A implementação da tecnologia CAD-CAM vem contribuindo fortemente nesta direção. Na última sexta-feira, dia 02 de março, o especialista André Callegari ministrou um workshop exclusivo sobre este tema para dentistas de Montes Claros e região.

O evento foi realizado pelo Laboratório Protesys, com o apoio da ABO Montes Claros e abordou sobre as novas tecnologias utilizadas na Odontologia. Pedro Portugal, diretor de Operações, afirma que este tipo de ação é importante para disseminar o uso da digitalização de imagens na área odontológica, ainda insipiente no Norte de Minas. “Montamos uma estrutura de laboratório digital no local para mostrar um pouco sobre a tecnologia CAD/CAM. O processo de fabricação de diversos produtos une a odontologia e a engenharia e resulta numa mudança significativa na obtenção de próteses e infraestruturas protéticas. A partir de um scanner da boca, com a segmentação de cada dente, as imagens são enviadas para a máquina, o que garante a exatidão de ajuste das próteses dentais”.

Foram oito horas de workshop, no qual os participantes puderam trocar experiências e sanar dúvidas com André Callegari, especialista em odontologia estética, com diversos artigos publicados sobre o tema. A “Odontologia do presente – Desmitificando a tecnologia CAD/CAM” é um tema que abrange o tempo de produção, a precisão dos modelos, novas técnicas e insumos que vão garantir a saúde bucal aliada à estética dos dentes.

Callegari destaca que “no passado, as próteses ou tinha função específica ou era apenas estética. Ainda, os materiais não eram adequados, porém, com o advento da tecnologia ambos estão no mesmo pacote e conseguimos devolver ao paciente a autoestima, associando a conjunção dos serviços”.

Ele ressalta que “os pacientes que relutam em fazer algum procedimento mudam de opinião após os resultados, porque os benefícios são percebidos imediatamente. A iniciativa do Protesys em reunir profissionais para conversarem sobre o que estão fazendo no dia a dia da clínica é mudar paradigmas, e ajuda a inspirar com novas possibilidades”.

Com 35 anos de experiência, Célia Spinola é dentista especialista em prótese fixa. Ela lembra que nestas três décadas foram muitos avanços, mas o uso da CAD/CAM marca uma nova caminhada na odontologia. “Muitos pacientes chegam à clínica em uma situação tão precária que não há meio de recuperar o elemento dentário. A mordida fica prejudicada e pode causar problemas gastrointestinais. A recomposição do elemento dental em menor tempo e com mais precisão é essencial”.

Dentista e professor do Curso de Odontologia, Renato Mendes, pontua que “a saúde bucal no país mudou muito nos últimos anos, o Brasil se tornou referência para o mundo inteiro no uso de novas tecnologias. Os novos profissionais já têm à disposição softwares de qualidade, que contribuem para um trabalho melhor, mais duradouro e previsível”.

O sistema CAD/CAM é hoje o mais atual e confiável procedimento protésico que garante um compromisso estético e resistente na odontologia reabilitadora. Permite resultados mais harmoniosos, pois os elementos podem ser planejados e fabricados com auxílio do computador, eliminando o caráter artesanal desse processo, que anteriormente era realizado exclusivamente por um técnico em prótese dental.

 No Norte de Minas, o Laboratório Protesys é pioneiro na técnica CAD/CAM, que permite a produção de uma prótese dentária a cada 13 minutos, reproduzindo de forma mais perfeita possível o dente original da arcada do paciente. O modelo tradicional de produção de próteses fixas requer até três dias para a produção de 1 elemento.

Por Nágila Almeida

Quer saber as notícias do Jornal Montes Claros em primeira mão? Siga-nos no Facebook @jornamoc, Twitter @jornalmoc e Instagram @jornalmoc.