Publicidade FENICS 2108 - RESERVE JÁ,JÁ, SEU STAND!  

PUBLICIDADE

COPASA - MONTES CLAROS
Inicio » Montes Claros » Montes Claros Vôlei ganha fora de casa e se livra do rebaixamento

Montes Claros Vôlei ganha fora de casa e se livra do rebaixamento

Montes Claros Vôlei ganha fora de casa e se livra do rebaixamento

Após o bronze inédito do Sul-Americano de clubes, competição que aconteceu em sua casa até o último sábado, o Montes Claros Vôlei voltou a focar na Superliga Masculina. Mesmo sem chances de classificação, o time do Norte de Minas foi até o Rio de Janeiro para mostrar seu valor e, quem sabe, ajudar o Sada Cruzeiro, líder da competição.

Montes Claros Vôlei ganha fora de casa e se livra do rebaixamento
Montes Claros Vôlei ganha fora de casa e se livra do rebaixamento

 

Na capital fluminense, o MOC encarou o vice-líder Sesc-RJ desfalcado de três referências e podendo se ver matematicamente livre de qualquer chance de rebaixamento. Mesmo sem sua força total, o Pequi Atômico deu muito trabalho para um dos times mais fortes do torneio, que foi surpreendido com derrota por 3 a 1 (25/23, 18/25, 26/24 e 25/19). O troféu Viva Vôlei foi para o oposto Alemão, que foi bem nas viradas de bola pela saída.

A boa atuação do MOC mostra o potencial do grupo, que foi questionado durante toda a temporada em virtude dos seguidos resultados negativos. Uma boa resposta para quem duvidou da competência dos atletas até alguns dias atrás. O resultado mantém o time na elite na próxima temporada, um alívio depois de um campeonato de mais baixos do que altos.

Depois de quatro jogos em cinco dias pelo torneio continental, os mineiros não puderam contar com o oposto Lorena, o levantador Sandro e o líbero Alan, os três jogadores mais experientes do elenco. Com pouco a perder, até porque já não possuía mais chances de classificação, o MOC buscou dar o seu melhor diante dos donos da casa. Alemão, Cristiano e Vanderson receberam a missão de suprir a ausência da trinca e o fizeram com primor.

No primeiro set, O MOC foi premiado pela persistência. Depois de fazer um bom começo, o time visitante viu os donos da casa reagirem, contando com o bloqueio para tentar sair na frente. O 17 a 14 deixou o Sesc perto de abrir o placar, mas o MOC seguiu sem desistir para buscar o empate nos 22 pontos, contando com erros do Sesc para crescer em hora decisiva da parcial. A brecha aberta pelos cariocas foi bem aproveitada pelo MOC, que agradeceu pelos pontos de graça para fazer 1 a 0.

O susto sofrido no primeiro set fez o Sesc acordar no jogo e vir mais agressivo para a etapa seguinte. Errando muito já nos primeiros minutos, o MOC se colocou em situação complicada. O quadro ficou ainda pior quando Maurício Souza teve boa passagem pelo saque, abrindo um 13 a 7, deixando os mineiros bem atrás no placar. A partir daí, foi só manter para buscar o empate.

No terceiro set, o MOC não se deixou abater e mostrou regularidade. As viradas de bola funcionavam bem, sempre pressionando o Sesc-RJ, que começava a se sentir incomodado. Depois de abrir 12 a 8, o MOC viu o Sesc reagir e uma intensa troca de pontos foi até o final, decidido somente depois dos 25 pontos a favor dos mineiros.

Com um ponto garantido no jogo, o MOC seguiu com um jogo solto, fazendo a torcida lamentar pela boa atuação não ter acontecido com a frequência desejada. Não satisfeito com a virada, os mineiros seguiram ativos e eficientes, principalmente nas viradas de bola. O 9 a 4 aberto logo no começo mostrou que era possível vencer o Sesc fora de casa, algo que poucos conseguiram até aqui. Mantendo o bom ritmo, a vitória veio para mostrar um potencial que poderia ter feito o time ir além na temporada. Com a vitória, o MOC segue na 10ª posição. No sábado, em casa, o MOC encara o lanterna Copel Telecom Maringá-PR para cumprir tabela antes da rodada de despedida da competição.

Escalações:

Sesc: Thiaguinho, Renan, Thiago Barth, Maurício Souza, Maurício Borges, Levi e Thiago Brendle. Entraram: Everaldo, PV, João Rafael, Alexandre. Técnico:

Giovane Gávio

MOC: Cristiano, Alemão, Mudo, Mesa, Zanotti, Luan e Vanderson. Entraram: Tarcísio, Vivalde, Najari. Técnico: Sérgio Cunha

Leia Também

Quina de São João vai sortear R$ 130 milhões hoje; prêmio não acumula

Quina de São João vai sortear R$ 130 milhões hoje; prêmio não acumula

* Por: Jornal Montes Claros - 23 de junho de 2018. Quina de São João …

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas. O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *