Publicidade
FENICS 2108 - RESERVE JÁ,JÁ, SEU STAND!  
Inicio » Minas Gerais » Minas Gerais – Sargento da Polícia Militar de Minas Gerais faz dois partos no mesmo dia

Minas Gerais – Sargento da Polícia Militar de Minas Gerais faz dois partos no mesmo dia

Minas Gerais – Sargento da Polícia Militar de Minas Gerais faz dois partos no mesmo dia

Quando retornava de uma manifestação na BR-464, a viatura em que estava a sargento Gisele Bertucci do Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (BPMRV), recebeu um chamado. Era o posto um da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em frente à Cidade Administrativa, avisando que uma mulher, de 22 anos, grávida de 39 semanas, estava em trabalho de parto dentro do carro, estacionado na marginal da MG-010.

Gisele se emocionou com o nascimento de Eloá
Gisele se emocionou com o nascimento de Eloá

 

Formada em fisioterapia e responsável pela disciplina “Atendimento Pré Hospitalar” no curso de treinamento da Polícia Militar há sete anos, a sargento foi até o local, onde encontrou o pai e o irmão da futura mãe, Helen Vieira, que estava prestes a dar a luz.

Apesar de instrutora, Gisele nunca havia realizado um parto de verdade. Respirou fundo, colocou em prática os ensinamentos que tanto mostrou em sala de aula e depois de sete minutos, ela, o tenente Fúlvio e o soldado Peixoto seguravam nos braços a menina, que foi chamada de Eloá.

Segundo a sargento, o cordão umbilical foi amarrado com fio dental. “Nós tínhamos uma tesoura, que foi esterilizada com álcool”, explicou.

O dia de trabalho de Gisele já havia se tornado deveras portentoso, mas esse não seria o único parto do dia para a sargento. Cerca de duas horas depois, quando ela estava a caminho da sede da Polícia Militar, uma outra situação atípica ocorreu.

“Um senhor viu a gente e veio correndo pedindo socorro. Havia uma mulher em trabalho de parto dentro do ônibus”, relatou a sargento. O homem era motorista do veículo e tinha estacionado em frente ao hospital Risoleta Neves.

Gisele começou o trabalho de parto na futura mãe, também de 39 semanas, mas não precisou terminar o procedimento. “A criança teve paciência e deu tempo de chegar até o hospital”, brincou.

A sargento descreveu as situações vividas como um momento muito especial. “Foi realmente emocionante”, declarou.

Leia Também

Saiba como conhecer Nova York fazendo um cruzeiro pelo rio que corta a cidade

* Por: da redação - 16 de agosto de 2018. Saiba como conhecer Nova York …

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *