NordVPN - A melhor oferta de VPN

Vaga no Bolso

Inicio » Esporte » Brasileirão » Brasileirão 2018- Atlético vence o América e alivia pressão sobre o time

Brasileirão 2018- Atlético vence o América e alivia pressão sobre o time

Brasileirão 2018- Atlético vence o América e alivia pressão sobre o time

A eficiência, tão buscada pelos times e tão em falta nos últimos jogos do Atlético, resolveu aparecer para o alvinegro no clássico contra o América. Por isso, o placar de 3 a 1 premiou o time de Thiago Larghi, que não perdoou as chances criadas.

Atlético venceu o América pelo Campeonato Brasileiro
Atlético venceu o América pelo Campeonato Brasileiro

 

Ricardo Oliveira, Cazares e Tomas Andrade fizeram o torcedor atleticano voltar a comemorar uma vitória após três jogos de jejum no Campeonato Brasileiro. Messias até tentou dar uma sobrevida ao América na partida, mas o Coelho sucumbiu aos excessivos erros de passe e boa pontaria alvinegra.

Enquanto o América volta a campo neste sábado, às 19h, contra o Grêmio, em Porto Alegre, o Atlético recebe o Fluminense, domingo, às 16h, no Independência.

Contragolpes

O América começou o jogo na marcação sob pressão. Mas na primeira descida ao ataque com qualidade, o Atlético abriu o placar, após boa troca de passes entre Gustavo Blanco e Róger Guedes, que colocou na cabeça de Ricardo Oliveira para mndar para as redes, aos 11 min.

O América sentiu o golpe. Os passes já não saíam com  tranquilidade. O Coelho partiu com tudo para o ataque, mas de maneira desgovernada. E os espaços para o contra-ataque alvinegro eram muitos.

Em um deles, Cazares recebeu lançamento pela esquerda e tinha apenas um marcador pela frente. Conseguiu uma brecha para soltar uma bomba, quase sem ângulo, e Jori aceitou ao espalmar para dentro do gol, aos 39 min.

No segundo tempo, os bons ventos sopraram a favor do América logo no início. Cazares sentiu um mal estar e deixou o jogo. Poico depois, Messias subiu mais do que toda a defesa atleticana e cabeceou para as redes de Victor, aos 6 min, diminuindo o placar.

O Coelho se lançou todo para buscar o empate, mas o tão falado espaço deixado na defesa novamente aconteceu. Róger Guedes deixou Tomas Andrade livre para tocar na saída de Jori e matar o jogo para o Galo.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não ás pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *