Inicio » Esporte » Taça Libertadores » Libertadores 2018 – Atuação de gala faz Cruzeiro largar em ampla vantagem sobre o Fla no mata-mata

Libertadores 2018 – Atuação de gala faz Cruzeiro largar em ampla vantagem sobre o Fla no mata-mata

Libertadores 2018 – Atuação de gala faz Cruzeiro largar em ampla vantagem sobre o Fla no mata-mata

Raposa vence no Maracanã por 2 a 0, com gols de Arrascaeta e Thiago Neves, e pode até perder no jogo de volta no Mineirão. 

Cruzeiro deu aula de mata-mata ao Flamengo e saiu do Maracanã com uma larga vantagem nas oitavas de final da Libertadores
Cruzeiro deu aula de mata-mata ao Flamengo e saiu do Maracanã com uma larga vantagem nas oitavas de final da Libertadores

 

Rasguem os tabus e que se talhe uma nova história. Diziam que o Cruzeiro não vencia no Novo Maracanã, que há nove anos um triunfo sobre o Flamengo não acontecia.

Mas tabus foram feitos para serem dinamitados. Na noite de ontem, o remodelado Mário Filho, enfim, se vestiu de azul.

Com uma vitória gigante por 2 a 0, gols marcados por Arrascaeta e Thiago Neves,  o Cruzeiro superou o Flamengo e saiu à frente na luta por uma vaga nas quartas de final da Copa Libertadores. No jogo da volta, no Mineirão, no dia 29 deste mês, a Raposa pode até perder por 1 a 0  que mesmo assim se garante na próxima fase.

Um prêmio para uma equipe que se manteve focada do primeiro ao último minuto de um jogo decisivo.

Um Cruzeiro cerebral, estratégico, cascudo. E que não se intimida quando os desafios lhe são apresentados. Uma atitude à altura do jogo, à altura do Maracanã e que condiz com o espírito da competição. O Cruzeiro, a cada novo duelo de mata-mata, vai encarnando o mantra. E a história se repete. Se tem decisão, tem Arrascaeta. Ele, que deixou sua marca no primeiro jogo da decisão da Copa do Brasil do ano passado, justamente no Maracanã. voltou a regular no Mário Filho. Um estádio que faz bem aos uruguaios.

A bola parece procurar o camisa 10 celeste. Não só ele. Robinho também. A dupla que vem sendo a diferença do time na atual temporada surgiu para calar os rubro-negros.

E essa imposição foi rápida e rasteira. Logo aos 9 min da etapa inicial, Robinho recebeu de Thiago Neves dentro da área e mesmo marcado por uma legião de flamenguistas deu um passe seco para Arrascaeta fuzilar a meta defendida por Diego Alves.

Gol que fez o uruguaio se tornar, de forma isolada, o maior artilheiro estrangeiro da história do Cruzeiro, 46 tentos contra 45 do boliviano Marcelo Moreno. Arrascaeta também é o goleador do time celeste no ano, com 11 bolas na rede. E Robinho, o maior garçom, com dez assistências.

O cenário que o Cruzeiro imaginava estava formado, um gol marcado fora de casa assegurado. Coube a Raposa a tranquilidade, a serenidade que os comandados de Mano transpareciam mesmo que o Flamengo tentasse. Diga-se de passagem, com tudo que o Cruzeiro queria para se impor ainda mais: o jogo aéreo. Dedé e Fábio eram as muralhas intransponíveis. O Urubu se dobrou ante à Raposa, sempre sagaz. E a voz que ecoou no Maracanã foi da torcida azul. No embalo do espetáculo comandado pelos cruzeirenses, o time manteve a toada na etapa final e o prêmio para as vozes que jamais se calaram, pelo contrário, se impuseram, mais uma vez, dentro do Maracanã, veio com Thiago Neves. Um leve e mortal desvio do camisa 30 após uma pancada de Lucas Silva, aos 32 min da etapa final. Era o fim do carma, dos tabus no Novo Maracanã.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *