Últimas Notícias

Coluna da Jerusia Arruda – Patrimônio recorde

Coluna da Jerusia Arruda – Patrimônio recorde

PATRIMÔNIO RECORDE

Os treze candidatos à Presidência da República neste ano declararam à Justiça Eleitoral valor recorde em patrimônio: R$ 833 milhões. Na última eleição, em 2014, a soma dos bens informados pelos 11 candidatos era de R$ 12 milhões.

LIMITE DE GASTOS

Esta é a primeira eleição geral em que os candidatos estão proibidos de arrecadar dinheiro de empresas para custear as campanhas. Só pessoas físicas podem realizar doações. Entretanto, os próprios candidatos foram autorizados a bancar a totalidade de seus gastos, até o limite para cada cargo em disputa. No caso de presidente, o teto é de R$ 70 milhões no primeiro turno, e de R$ 35 milhões no segundo.

PERMISSÕES

A campanha eleitoral já está liberada nas ruas. São permitidos comícios, desde que realizados até a meia-noite, equipamentos e carros de som e alto-falante usados nas sedes dos partidos e nos comitês de campanha até às 22h, mas nunca perto de escolas ou hospitais, por exemplo. Também está permitida a distribuição de material impresso nas ruas, exceto no dia da eleição, e realização de caminhadas, carreatas e passeatas. Nos carros, só é permitido colar adesivos que sejam até o tamanho do para-brisa traseiro ou adesivos que não excedam a meio metro quadrado.

CAMPANHA DIGITAL

A campanha eleitoral também está permitida na Internet. Vale campanha no site do candidato, partido ou coligação, desde que com endereço eletrônico comunicado à Justiça Eleitoral e hospedado, direta ou indiretamente, em provedor de serviço de internet no Brasil. Partidos e coligações podem, inclusive, impulsionar seus conteúdos nas redes sociais. Entre as formas de impulsionamento está a priorização paga de conteúdos em mecanismos de buscas na internet, como Google e Yahoo. É permitido, ainda, o envio de mensagem eletrônica para endereços cadastrados gratuitamente, por meio de blogues, redes sociais ou sites de mensagens instantâneas.

VEDAÇÕES

É vedada, mesmo que de graça, a veiculação de propaganda eleitoral na internet em sites de pessoas jurídicas, com ou sem fins lucrativos, ou sites de órgãos ou entidades da administração pública direta ou indireta. Também é proibido fixar placas e faixas em locais públicos como postes e viadutos, confecção e distribuição de produtos como camisetas, chaveiros, bonés, canetas e outros brindes. Outdoors e os chamados showmícios também estão proibidos.

NOME SUJO

Segundo pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), 12,5 milhões de jovens brasileiros, entre 18 e 29 anos, estão com o nome sujo. De acordo com o estudo, os principais motivos para o endividamento entre os jovens são a falta de planejamento financeiro, o crescimento do desemprego e a redução da renda per capita.

 

Jerusia Arruda
Jerusia Arruda