Inicio » Colunistas » Jerusia Arruda » Coluna da Jerusia Arruda – Dia das lembrancinhas

Coluna da Jerusia Arruda – Dia das lembrancinhas

Coluna da Jerusia Arruda – Dia das lembrancinhas

DIA DAS LEMBRANCINHAS

O comércio varejista do país espera movimentar cerca de R$7,4 bilhões no Dia da Criança, comemorado nesta sexta-feira (12/10). O valor representa alta de 1,5% nas vendas em comparação a 2017. Esta é a segunda alta consecutiva nas vendas do período, de acordo com previsão da Confederação Nacional do Comércio. Apesar da estimativa de crescimento nas vendas, o Dia da Criança deve ser mais uma vez das lembrancinhas.

SEGUNDO TURNO

Os candidatos à Presidência da República começaram a definir estratégias para o segundo turno das eleições. O PT decidiu esconder o nome do ex-presidente Lula e substituir a cor vermelha no material de campanha de Fernando Haddad pelas cores da bandeira do Brasil. Já o PSL de Jair Bolsonaro deverá manter a campanha longe das ruas e dos debates de TV, focando nas redes sociais.

NEUTRALIDADE

Em nota, a Executiva Nacional do Solidariedade informou que o partido definiu pela neutralidade no segundo turno da eleição presidencial, mas que os diretórios estaduais e seus filiados estão autorizados a apoiar os candidatos de acordo com a realidade local de cada estado. Durante entrevista coletiva para a imprensa, Paulinho da Força, presidente do partido, ressaltou que o posicionamento do Solidariedade no Congresso Nacional será de centro, e que a atuação será de “apaziguar posições radicais”. O presidente da sigla afirmou ainda que o Brasil vive uma eleição inédita e que a disputa de “candidatos de extremos” não é boa para o país.

ENTREGA DE EMENDAS

A Comissão Mista de Orçamento decidiu propor o adiamento para o dia 8 de novembro o prazo-limite para a entrega de emendas ao Projeto da Lei do Orçamento de 2019 (PLN 27/2018). Em função do segundo turno das eleições estaduais e da eleição presidencial, vários deputados e senadores colocaram em debate a impossibilidade de participarem das reuniões da CMO durante esse período. A proposta de adiamento foi aprovada por unanimidade.

CARTA FORA

O ex-governador de Goiás e ex-senador Marconi Perillo (PSDB) foi preso na tarde desta quarta-feira (10), durante depoimento que prestava à Polícia Federal, em Goiânia. A prisão foi determinada pela 11ª Vara Federal Criminal da capital goiana, no âmbito da Operação Cash Delivery, que investiga pagamento de propina nas campanhas eleitorais de Perillo. No último domingo, Marconi sofreu sua primeira derrota política depois de 20 anos no poder em Goiás, ficando em quinto lugar na disputa ao Senado no estado, com 7,5% dos votos válidos.

 

 

Jerusia Arruda
Jerusia Arruda

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *