FENICS 2019 - ACI

Obtenha mais clientes com a sua ficha do Google

Inicio » Mais Seções » Ciência » Quais são os tipos de ligações químicas

Quais são os tipos de ligações químicas

Quais são os tipos de ligações químicas

As ligações químicas são um assunto muito recorrentes nos vestibulares. Por isso, elas costumam estar muito presentes nas aulas de cursinhos pré vestibulares. Além disso, devem ter um espaço especial no seu cronograma de estudo.

Quais são os tipos de ligações químicas

 

Em tese, ligações químicas são a união dos átomos com o intuito de formar as moléculas, o que quer dizer que elas acontecem quando os átomos reagem.

Teoria do Octeto

Desenvolvida por Gilbert Newton Lewis (1875-1946) e Walter Kossel (1888-1956), foi pensada a partir da observação de gases nobres e suas características. Sendo uma delas é a estabilidade que esses elementos tem, uma que em sua camada de valência é preenchida por 8 elétrons.

Seguindo essa linha de pensamento, a Teoria do Octeto  acontece quando um átomo qualquer consegue se estabilizar, isso quer dizer que ele manteve em sua camada de valência 8 elétrons ou em casos que tem apenas uma camada, 2 elétrons.

Para alcançar essa estabilidade o átomo precisa doar e compartilhar seus elétrons e é assim que surgem as ligações químicas. 

Tipos de ligação 

Ligação covalente

Também chamadas de ligações moleculares são nelas que os elétrons são compartilhados, com o intuito de formar moléculas estáveis.

Ao contrário das ligações iônicas, nas covalentes o átomo não perde nem ganha elétrons.

Podemos dizer que nesse tipo de ligação o átomos compartilham os elétrons, seguindo a regra do octeto. Esse compartilhamento acontece, na maioria dos casos, em elementos que tenham de 4 a 7 elétrons na sua camada de valência.

O elemento mais simples dessa ligação é a água (H2O). É simples porque o hidrogênio tem dois elétrons, logo não pode doar, e o oxigênio tem 4. Mas ele precisa chegar em 8 para se tornar estável, então dois hidrogênios se juntam com um oxigênio, formando um elementos estável e somando 8 elétrons na sua camada de valência. Uma vez que estão compartilhando aqui que tem e não doando.

Ligação iônica

As ligações iônicas são conhecidas também como ligações eletrovalentes. Aqui a ligação acontece entre íons. cátions e ânions.

A atração das cargas acontece por elementos opostos, isso quer dizer que positivo e negativo se atraem. Diferente da ligação covalente, aqui há ganho ou perda de elétrons.

Os compostos químicos que são formados ligação iônica tem características bem particulares como, quando estão em temperatura ambiente são sólidos e os átomos do elemento ficam organizados formando um cristal, como o cristais salinos.

O cloreto de sódio (NaCl)  é o elemento mais conhecido que decorre dessa ligação. Dentro desse composto químico estão os seguintes elementos: sódio, que é um metal que se caracteriza por perder elétrons, o cloro, que é ametálico e sua principal característica é ganha elétrons. Sendo assim, para se tornar estável o cloreto de sódio tem que perder os elétrons da sua camada de valência, e assim se tornando estável.

Ligação metálica

Como o próprio nome já diz, é o tipo de ligação que ocorre somente entre os metais. Elementos esses que são condutores elétricos, térmicos e são considerados eletropositivos.

Nos metais, a última camada é livre, fazendo com que eles percam alguns de seus elétrons. Esses elétrons são chamados livres e formam os cátions.

É a partir desses elétrons livres que ocorrem as ligações metálicas. Isso faz com que se forme uma nuvem eletrônica, e é essa nuvem que faz com que os metais permaneçam unidos.

As ligas metálicas são muito utilizadas na indústria, confeccionando produtos. No nosso dia a dia utilizamos vários tipos de liga, como fios elétricos, lâmpadas, viadutos, estruturas dos carros e etc.

Alguns exemplos de composição das ligações metálicas são:  o bronze, o ouro, o latão e o aço inoxidável.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *