FENICS 2019 - ACI

Obtenha mais clientes com a sua ficha do Google

Inicio » Montes Claros » Em Montes Claros, com medo de violência, frequentadores de bares mudam comportamento

Em Montes Claros, com medo de violência, frequentadores de bares mudam comportamento


Em Montes Claros, com medo de violência, frequentadores de bares mudam comportamento

Seja para fazer um lanche, ou para se divertir com os amigos, por necessidade ou por lazer, frequentar bares e restaurantes tornou-se uma rotina de muitos brasileiros. Mas os casos de violência em comércios tem desanimado  muitos montes-clarenses à saírem de casa à noite, alterando hábitos de quem mora na cidade. Segundo a Polícia Militar, somente no ano de  2017 foram registradas 790 ocorrências em bares de Montes Claros e em 2018 o número foi de 680; os dados de 2019 não foram divulgados.

Em Montes Claros, com medo de violência, frequentadores de bares mudam comportamento
Em Montes Claros, com medo de violência, frequentadores de bares mudam comportamento

 

 

O estudante Rômulo Gonçalves, de 26 anos, já presenciou confusões em bares na região central de Montes Claros por três vezes e optou por reduzir as saídas à noite para bares e restaurantes.

“Sempre fui frequentador assíduo dos comércios da cidade. Aqui nós temos poucas atrações para entreterimento e com isso a diversão de finais de semana sempre fica muito ligada a bar, restaurante e lanchonete. Mas com o número de brigas a gente cria receio de ir. Infelizmente, a violência não só na cidade nos gera esse medo. Evito ir a comércios, principalmente nos que envolvem bebidas alcoólicas porque infelizmente não sei quem está lá e quem são aquelas pessoas quando bebem. Quando vou a algum bar eu criei o hábito de observar a segurança do local, mas a alternativa que escolhi é mesmo chamar os amigos para beberem em casa. Fica mais seguro e econômico”, conclui Rômulo.

Buscando mais segurança para o estabelecimento e para os clientes, os comércios têm investido em localização, câmeras e seguranças. Marco Antônio Cunha Fagundes é proprietário de dois bares na cidade e conta que tem buscado cada vez mais recursos para garantir a tranquilidade nos comércios.

“Hoje em dia estabelecimento que trabalha com bebidas tem um público muito atípico e as pessoas podem beber muito e causar algum problema ou até mesmo gente de fora, já que o bar é aberto. Nós prezamos tanto a segurança do comércio quanto a do cliente que se sente mais seguro quando tem um profissional. Além disso, caso tenha alguma eventualidade não precisamos que o garçom venha a intervir. Temos o profissional que já sabe lidar com aquela situação e isso inibe muitos casos “, afirma o comerciante.

O empresário destaca ainda que a tecnologia é uma forte aliada para a segurança. “Fora a questão do segurança que deve ser um profissional qualificado e por isso contratamos de uma empresa especialista e com experiência no mercado, nós somos o bar que mais conta o uso da tecnologia. Somente em uma das nossas unidades, temos cerca de 43 câmeras de segurança, elas filmam cada parte do bar tanto do lado externo quanto interno e o estacionamento. Isso faz a diferença, traz mais conforto para o cliente e recebemos muitos elogios. Nós sentimos a diferença e tivemos retorno positivo”, afirma Marco Antônio.

Ascensão

Não é mais novidade para ninguém que o serviço de delivery caiu no gosto das pessoas! O hábito de comer ou beber algo diferente no conforto do lar tem atraído muitos consumidores, principalmente aqueles que se sentem inseguros em comércios. Pensando nesses fatores as empresas têm visto grandes vantagens ao utilizar o delivery nos estabelecimentos.

Anderson Costa, é dono de lanchonete há cinco anos e conta que notou o aumento nos pedidos para entrega.

“Nós atendemos tanto no nosso ponto como fazemos a entrega. O serviço delivery tem se destacado muito. Na maioria das vezes o público prefere ficar em casa e alinhado também ao crescimento da tecnologia nós tivemos um aumento nas vendas, que acaba levando a nossa marca para outros bairros que nos conhecem através de aplicativos. Se tornou comum fazermos entregas de comidas e bebidas para um grupo de pessoas que preferem se divertir em casa mesmo”, afirma.

Dicas

A PM orienta aos clientes as seguintes ações para maior segurança em comércios:

– Não se envolver em brigas e confusões;

– Evitar carregar altas somas em dinheiro e joias; separe pequenas quantias de dinheiro para pagar as despesas; evite abrir a carteira ou bolsa na frente de estranhos;

– Optar em pagar as despesas com cartões de crédito ou cheque;

– Jamais reagir a um “assalto”. Procurar memorizar os traços, sinais particulares e roupas dos infratores, repassando as informações à Polícia Militar;

– Não deixar bolsas, carteiras, compras e o seu aparelho celular sobre mesas, cadeiras ou balcões;

– Se for dirigir, não faça uso de bebidas alcoólicas.

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *