Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Inicio » Minas Gerais » Belo Horizonte » Tragédia de Brumadinho – ‘Trabalho complicadíssimo’, diz comandante sobre resgate a vítimas presas em ônibus

Tragédia de Brumadinho – ‘Trabalho complicadíssimo’, diz comandante sobre resgate a vítimas presas em ônibus

Tragédia de Brumadinho – ‘Trabalho complicadíssimo’, diz comandante sobre resgate a vítimas presas em ônibus

Mais de 20 militares do Corpo de Bombeiros estão trabalhando, desde a manhã desta segunda-feira (28), para resgatar vítimas de dentro de um segundo ônibus encontrado. O veículo foi localizado em meio aos rejeitos de minério, próximo ao local em que estava estruturado o refeitório da Vale, no Complexo Mina Córrego do Feijão. 

Segundo o comandante, alguns equipamentos estão sendo danificados pelo contato com a lama
Segundo o comandante, alguns equipamentos estão sendo danificados pelo contato com a lama

 

O capitão Leonard Farah, comandante de salvamento especializado, reforçou que o veículo não é o mesmo que foi encontrado no sábado (26) e o número de pessoas dentro do coletivo ainda é desconhecido. O militar informou ainda que o ônibus está a mais de um metro abaixo da lama.

No fim da manhã, os trabalhos para retirada dos sedimentos do teto do veículo foram finalizados e o próximo passo é serrar a lataria. “É um trabalho complicadíssimo, que vai demandar mais dias. Precisamos levar equipamentos pesados para lá e está acontecendo do maquinário estragar em contato com a lama”, frisa.

Além dos bombeiros em terra, uma equipe aérea monitora a situação do ônibus.

Georreferenciamento

Para ajudar a localizar edificações e imóveis, como a Pousada Nova Estância, casas, os escritórios e refeitórios da Vale, as forças de segurança equiparam uma sala de georreferenciamento, na base de operação, montada no pátio da Igreja Nossa Senhora das Dores, em Córrego do Feijão, distrito de Brumadinho.

Telas com imagens de satélites são monitoradas durante o período dos trabalhos de buscas. As informações são repassadas para que os agentes consigam ir de helicóptero aos pontos em que estavam as edificações.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *