SMART FIT - MONTES CLAROS

Turbo Pesquisa - CLIQUE AQUI PARA MIAS INFORMAÇÕES
Inicio » Esporte » Brasileirão » Brasileirão – Cruzeiro x Santos: na estreia de Ceni, Raposa volta a vencer e sai do Z4

Brasileirão – Cruzeiro x Santos: na estreia de Ceni, Raposa volta a vencer e sai do Z4

Brasileirão – Cruzeiro x Santos: na estreia de Ceni, Raposa volta a vencer e sai do Z4

 Taí o time que a torcida está acostumada! “É o Cruzeiro”, dizia a faixa no centro do campo. Treinador novo, futebol revigorado. Com uma postura bem mais ofensiva que a de seu antecessor Mano Menezes, Rogério Ceni inaugurou, neste domingo, novos tempos na Raposa, vencendo o Santos, líder do Campeonato Brasileiro, no Mineirão, por 2 a 0. Fred e Thiago Neves marcaram. O primeiro não balançava as redes há 16 partidas.

Com um jogador a mais desde o primeiro lance da partida, time celeste faz 2 a 0 e Fred finda jejum de 16 jogos sem marcar
Com um jogador a mais desde o primeiro lance da partida, time celeste faz 2 a 0 e Fred finda jejum de 16 jogos sem marcar

 

O triunfo põe fim a uma incrível sequência negativa de 11 jogos sem vitória na competição de pontos corridos, o que fez o time celeste entrar na zona de rebaixamento. Em 14 rodadas, a equipe azul havia vencido apenas duas vezes, mas a vitória de agora já o tira do Z-4. São 14 pontos, dois a mais que o Fluminense, o 17º colocado.

À beira do campo, Ceni estreou pelo Cruzeiro, depois de deixar o Fortaleza em busca de um trabalho desafiador. Inquieto, andou de lá para cá na área técnica, gesticulo, apontou caminhos. O ex-goleiro não entrou em campo mas, literalmente, suou a camisa e recebeu os primeiros aplausos do torcedor.

O treinador já se mostrou ousado, surpreendendo na primeira escalação, colocando o lateral-esquerdo Dodô para aturar como volante. Na zaga, Léo, com incômodo na coxa direita, deu lugar a Fabrício Bruno. No mais, o técnico apostou suas fichas no quarteto Thiago Neves, Marquinhos Gabriel, David e Pedro Rocha.

E bastou a bola rolar para que um lance mudasse os rumos do embate. Pedro Rocha seguia para o gol quando foi derrubado por Gustavo Henrique. Daronco não foi capaz de marcar a falta e recorreu ao VAR. Após revisão, expulsou o zagueiro santista com apenas 3 min jogados.

Com um a mais, a Raposa tomou as rédeas do jogo, com bem mais posse de bola, pressão e chutes a gol. O time até conseguia entrar pela defesa adversária, mas faltava uma referência na área. Foi então que Ceni resolveu mexer, colocando Fred ainda aos 24 min.

A alteração manteve a força ofensiva, mas a ansiedade parecia atrapalhar. Mas o gol era uma questão de tempo. Eis que saiu a zica de Fred, aos 44 min, após lindo passe de Thiago Neves. O atacante não marcava há mais de 1.000 minutos, algo inimaginável para um centroavante.

Na segunda etapa, foi a vez de Fred retribuir a assistência de Thiago Neves. TN10 ampliou com 1 min e praticamente selou ali o placar, já que o Peixe não conseguiu reagir à altura para tirar a vitória celeste. O Cruzeiro esteve mais perto do terceiro do que de a equipe paulista descontar. No fim da partida, a torcida celeste cantou que o “campeão voltou” e o nome do novo treinador.

Aviso

  • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *