Vaga no Bolso

Turbo Pesquisa - CLIQUE AQUI PARA MIAS INFORMAÇÕES
Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Mais de 500 animais aquáticos são retirados do Córrego do Cintra; trabalho também é feito no Belvedere

Montes Claros – Mais de 500 animais aquáticos são retirados do Córrego do Cintra; trabalho também é feito no Belvedere

Montes Claros – Mais de 500 animais aquáticos são retirados do Córrego do Cintra; trabalho também é feito no Belvedere

Montes Claros – Cerca de 500 peixes, principalmente tilápias, além de 80 cágados, foram transportados do Córrego do Cintra para a Lagoa do Interlagos nesta semana, por uma equipe da empresa Data Fauna, contratada pela CROS Construtora por determinação da Prefeitura. A ação foi acompanhada por biólogos e servidores da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. Desde a quarta-feira, 18, trabalho semelhante vem sendo realizado na lagoa do terreno onde será construído o Parque Belvedere. Lá existe a suspeita, inclusive, da existência de jacarés. As espécies capturadas serão soltas na Lagoa dos Portugueses, na região do Grande Delfino Magalhães.

Montes Claros - Mais de 500 animais aquáticos são retirados do Córrego do Cintra; trabalho também é feito no Belvedere
Montes Claros – Mais de 500 animais aquáticos são retirados do Córrego do Cintra; trabalho também é feito no Belvedere

 

Segundo o analista e biólogo da Gerência de Normatização e Controle da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Thiago Silva, tanto a Lagoa do Interlagos, no Esplanada, quanto a dos Portugueses, no Delfino, são habitat natural das espécies capturadas. “Já o Córrego do Cintra está totalmente poluído e a Lagoa do Belvedere assoreada, com existências de tabuas”, justificou o servidor, elogiando as ações desenvolvidas pela equipe da empresa Data Fauna.

Coordenadora das ações de captura, a bióloga Maria Fernanda Silveira Santos disse que o trabalho na Lagoa do Belvedere é mas difícil e pode demorar alguns dias.

O secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Paulo Ribeiro, explicou que a retirada das espécies da Lagoa do Belvedere é necessária porque o local será escavado para ampliação do espelho d`água.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *