Semana Global do Empreendedorismo - CLIQUE AQUI

Últimas Notícias
Turbo Pesquisa - CLIQUE AQUI PARA MIAS INFORMAÇÕES
Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – IFNMG terá novos cursos técnicos integrados ao ensino médio em 2020, em Janaúba e Montes Claros

Norte de Minas – IFNMG terá novos cursos técnicos integrados ao ensino médio em 2020, em Janaúba e Montes Claros

Norte de Minas – IFNMG terá novos cursos técnicos integrados ao ensino médio em 2020, em Janaúba e Montes Claros

Norte de Minas – O Processo Seletivo do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG), para seleção de alunos para cursos técnicos gratuitos com início no primeiro semestre de 2020, em várias cidades, está com inscrições abertas até 31/10/19. Entre as novidades desta edição, está a oferta de vagas para dois novos cursos técnicos integrados ao ensino médio: Vigilância em Saúde, no Campus Janaúba, e Edificações, no Campus Montes Claros.

Norte de Minas - IFNMG terá novos cursos técnicos integrados ao ensino médio em 2020, em Janaúba e Montes Claros
Norte de Minas – IFNMG terá novos cursos técnicos integrados ao ensino médio em 2020, em Janaúba e Montes Claros

 

Ambos os cursos terão duração de três anos e serão ofertados em período integral. Para participar da seleção, os candidatos devem estar no último ano do ensino fundamental. Assim, a partir do ano que vem, os aprovados farão ao mesmo tempo, no IFNMG, o ensino médio e o técnico. Quem já estiver cursando o ensino médio em outra escola poderá ingressar nos técnicos integrados, no entanto, será necessário começar tudo de novo, desde o primeiro ano.

Vigilância em Saúde

Para a primeira turma do curso técnico em Vigilância em Saúde integrado ao ensino médio, o Campus Janaúba abriu 40 vagas. As atividades do curso acontecerão na sede do campus, situado na Avenida Brasil, nº 334, no Centro.

O objetivo é formar profissionais para atuarem em diferentes ações relacionadas à vigilância em saúde: vigilância sanitária, vigilância epidemiológica, vigilância em saúde do trabalhador, vigilância em saúde ambiental, análise da situação de saúde e promoção da saúde. Além dos conhecimentos tecnico-científicos da área, a intenção é propiciar a formação de profissionais dotados de princípios éticos e visão crítica, comprometidos com o desenvolvimento regional e respeito à natureza e à diversidade, contribuindo para melhorar a qualidade de vida do ser humano. Com a formação desses profissionais, o IFNMG pretende contribuir para que o município de Janaúba possa dar um salto qualitativo no atendimento à saúde, vista de forma integral.

O técnico pode atuar em qualquer estrutura operacional de vigilância (sanitária, epidemiológica, em saúde do trabalhador e ambiental), bem como nas ações de planejamento, gestão, informação e educação relacionadas a essas áreas. O profissional é preparado para atuar em qualquer instituição de saúde das três esferas de governo: municipal, estadual e federal. O técnico em Vigilância em Saúde é um dos membros integrantes da equipe de saúde do SUS (Sistema Único de Saúde).

A proposta pedagógica do curso foge à tradicional divisão dos conteúdos entre disciplinas ou matérias convencionais, sendo orientada no sentido da integração e transdisciplinaridade. O currículo foi organizado com base em temas geradores, que é o nome que cada unidade recebe nessa proposta – baseada na metodologia dos Temas Geradores de Paulo Freire. Os temas geradores são temáticas, em sua maioria, transdisciplinares, que contemplam uma gama de conhecimentos que se entrelaçam, articulados em torno de situações reais, locais e regionais. É o que os alunos encontrarão, por exemplo, quando se dedicarem ao tema gerador “Natureza, Sociedade e Questão Ambiental. Doenças, clima e saúde coletiva” ou “Glocal English (do global para o local e do local para o global): ressignificando a identidades por meio de diálogos transculturais e a intercomunicação das informações em saúde”.

Cada tema gerador será conduzido por dois ou mais professores, durante um período de cerca de oito semanas. Tomemos outro exemplo de tema gerador, “Tópicos em Saúde Pública e História do Brasil”. Os professores da área de formação profissional e o professor de história encarregados de trabalhar o tema terão inteira responsabilidade didática sobre ele. Os docentes poderão entrar na sala de aula juntos em uma aula; em outra, cada um assume sozinho; e voltam a dividir a aula num terceiro momento, por exemplo. Não importa como será a organização. O mais importante é a partilha de saberes, o planejamento conjunto, a capacidade de relacionar-se com o outro. Parte da carga horária do curso será dedicada a temas geradores escolhidos pelos próprios alunos, que terão a possibilidade de aprofundarem-se em determinadas áreas de conhecimento.

A prática profissional dos futuros técnicos em Vigilância em Saúde será articulada entre todas as disciplinas ao longo dos três anos, por meio de atividades práticas, visitas técnicas, pesquisas de campo, análise de situações-problema, elaboração e execução de projetos. Entre as práticas profissionais também poderão ser contempladas atividades de pesquisa, ensino e extensão voltadas para o atendimento e desenvolvimento da comunidade. Ao longo do curso, cada aluno trabalhará para gerar um produto tecnológico, que tenha como foco a melhoria da qualidade de vida as pessoas e possa ser efetivamente empregado em benefício da comunidade.

Para mais informações sobre o curso técnico em Vigilância em Saúde integrado ao ensino médio, consulte o projeto pedagógico.

Edificações

Para a primeira turma do curso técnico em Edificações integrado ao ensino médio, no Campus Montes Claros, também serão selecionados 40 alunos.  As atividades do curso acontecerão na sede do campus, situado na Rua Dois, nº 300, bairro Village do Lago I.

Os futuros profissionais serão preparados para desenvolver e executar projetos de edificações em conformidade com as normas técnicas de segurança e legislação específica; planejar a execução e a elaboração de orçamento de obras; desenvolver projetos e pesquisas tecnológicas na área de edificações; coordenar a execução de serviços de manutenção de equipamentos e de instalações em edificações; ofertar assistência técnica para compra, venda e utilização de produtos e equipamentos especializados; planejar, operacionalizar, manter, sugerir e gerenciar soluções tecnológicas para área; atuar com base nos princípios éticos e de forma sustentável; saber interagir e aprimorar continuamente seus aprendizados de forma crítica, propositiva e dinâmica, a partir da convivência democrática com culturas, modos de ser e pontos de vista divergentes.

Trata-se de um profissional alinhado com as necessidades de um setor muito importante para o desenvolvimento de Montes Claros, da região e de todo o país, o da construção civil. Um profissional preparado para lidar com as tecnologias aplicadas pelo setor, em termos de equipamentos e materiais, e com a necessidade de racionalização do processo construtivo.

A estrutura curricular do curso prevê disciplinas chamadas gerais, como as que integram a Base Nacional Comum Curricular do ensino médio, distribuídas nas três grandes áreas de conhecimento: Linguagens, códigos e suas tecnologias; Ciência da Natureza, Matemática e suas Tecnologias; e Ciências Humanas e suas Tecnologias. Haverá, ainda, as disciplinas profissionais, que integram a base de formação técnica em Edificações.

A prática profissional poderá ser desenvolvida no decorrer do curso, por meio de diversas atividades como monitorias, desenvolvimento de projetos integradores, projetos de extensão, projetos de pesquisa, podendo ser desenvolvidos no próprio IFNMG-Campus Montes Claros ou na comunidade, objetivando a integração entre teoria e prática e baseando-se no princípio da interdisciplinaridade. O curso prevê, também, o estágio curricular obrigatório, com carga horária de 180 horas, a serem cumpridas a partir do segundo ano.

Para mais informações sobre o curso técnico em Edificações integrado ao ensino médio, leia o projeto pedagógico.

Processo Seletivo

Para conquistar uma vaga para os novos cursos técnicos integrados ao ensino médio em Vigilância em Saúde e Edificações, é necessário ser aprovado no Processo Seletivo, que está com inscrições abertas até o dia 31/10, somente pela internet. A taxa de inscrição é de R$ 30,00.

O Instituto reserva metade das vagas para estudantes vindos de escolas públicas, parte delas para candidatos de baixa renda, autodeclarados pretos, pardos e indígenas e pessoas com deficiência. Da outra metade das vagas, destinadas a quem não estudou todo o ensino médio em escola pública, 5% são reservadas para pessoas com deficiência.

As provas do Processo Seletivo serão aplicadas no dia 08/12/2019. Os candidatos aos cursos técnicos integrados farão prova pela manhã, com 30 questões de múltipla escolha, contemplando as quatro grandes áreas do conhecimento: Língua Portuguesa, Matemática, Ciências Naturais e Ciências Humanas (confira o conteúdo programático). As cidades de prova serão Almenara, Arinos, Diamantina, Janaúba, Januária, Montes Claros, Pirapora, Porteirinha, Salinas, Teófilo Otoni, Japonvar, Manga, São Francisco e Taiobeiras.

Todas as informações sobre o Processo Seletivo para cursos técnicos na modalidade integrado ao ensino médio estão disponíveis no Edital nº 138/2019. Em caso de dúvidas sobre o Processo Seletivo, os candidatos podem entrar em contato com o IFNMG pelo email [email protected].

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *