Matrículas Aberta - Escola Adventista

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Inicio » Mais Seções » Ciência » Trânsito de Mercúrio em frente ao Sol cria ‘mini eclipse’ visto em todo o Brasil

Trânsito de Mercúrio em frente ao Sol cria ‘mini eclipse’ visto em todo o Brasil

Trânsito de Mercúrio em frente ao Sol cria ‘mini eclipse’ visto em todo o Brasil

São tantos fenômenos astronômicos que é fácil se perder. Os eclipses, combinação entre Terra, Lua e Sol e seus posicionamentos acontecem todos os anos, mas têm tipos e espetáculos diferentes. Nesta segunda-feira (11), Mercúrio irá cruzar o Sol para quem está assistindo da perspectiva da Terra, em um “mini eclipse”.

Trânsito de Mercúrio em frente ao Sol cria 'mini eclipse' visto em todo o Brasil
Trânsito de Mercúrio em frente ao Sol cria ‘mini eclipse’ visto em todo o Brasil

Na verdade o fenômeno tecnicamente é um trânsito planetário e não terá o envolvimento da Lua. O evento não vai ser nada parecido com a cena do filme E.T., de Stephen Spielberg, pois só quem tiver um bom telescópio equipado com um filtro poderá ver a passagem do planeta. No filme, o E.T. e seu amigo, Elliot (Henry Thomas), conseguem voar com uma bicicleta e passam em frente à Lua em uma cena perceptível para qualquer outro personagem sem auxílio de instrumentos.

No caso do fenômeno que vamos assistir, Mercúrio irá passar em frente ao Sol em um trânsito que inicia às 9h35 (horário de Brasília) e termina às 15h04. Quando falamos “em frente ao Sol”, é sempre da perspectiva da Terra.

De forma prática, quase todos os terráqueos poderão assistir ao fenômeno, mas não significa que vá ser fácil. Primeiro: são as mesmas recomendações de um eclipse solar e não é seguro olhar diretamente para o Sol com o risco de não danificar a visão. Segundo: com isso, a única forma de assistir é com um telescópio ou binóculo com filtro. Como Mercúrio está mais longe do que a Lua, deverá ser um “pontinho” passando em frente ao Sol – por isso um “mini eclipse”.

O fenômeno ajuda a encontrar planetas fora do Sistema Solar. As naves espaciais Kepler – agora aposentada – e TESS, da agência espacial americana (Nasa), são as “caçadoras de exoplanetas”. Com um alinhamento favorável, o planeta passa em frente à estrela do sistema e os telescópios detectam uma minúscula redução do brilho.

Esta é a quarta vez no século em que o trânsito de Mercúrio acontece. Tivemos também em 7 de maio de 2003, 8 de novembro de 2006, 9 de maio de 2016. Depois desta segunda-feira, só em 13 de novembro de 2032. Serão 13 vezes em 100 anos.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *