Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

BDMG fecha acordo na Espanha, durante a COP-25, para estruturação de linha de crédito

BDMG fecha acordo na Espanha, durante a COP-25, para estruturação de linha de crédito

O presidente do BDMG – Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais, Sergio Gusmão, assinou na noite desta terça-feira (10), um acordo de intenções inédito entre o banco mineiro e a Companhia Espanhola de Financiamento para o Desenvolvimento, COFIDES. A parceria foi oficializada em Madri, no pavilhão da COP-25, a conferência sobre mudanças climáticas da ONU, onde o executivo também palestrará em dois painéis. 

Sergio Gusmão (presidente do BDMG) e José Luis Curbelo (presidente da COFIDES). Crédito: divulgação COFIDES
Sergio Gusmão (presidente do BDMG) e José Luis Curbelo (presidente da COFIDES). Crédito: divulgação COFIDES

 

A parceria com a COFIDES representa um primeiro passo para a entrada de capital espanhol no financiamento, especialmente, de pequenas/médias empresas sediadas em Minas. A partir do acordo, o BDMG buscará identificar, entre seus clientes, oportunidades que possam se enquadrar na necessidade e interesse da COFIDES, para dar continuidade às tratativas para futuras de operações de crédito entre as partes. Atualmente, em termos mundiais, a COFIDES tem capacidade de mobilizar um volume de recursos superior a 2,5 bilhões de euros. 

“O BDMG tem buscado diversificar a origem de seus recursos por meio de parcerias com organismos internacionais. Esta parceria com a COFIDES é mais um avanço nesse sentido ao estabelecer uma relação de cooperação mútua para a promoção do desenvolvimento de pequenas e médias que apresentem ligação direta ou indireta com conteúdo espanhol”, afirma Sergio Gusmão. Recentemente, em outubro, o BDMG realizou a maior captação internacional da história do Banco – 100 milhões de euros contratados do Banco Europeu de Investimento (EIB), para o financiamento de projetos de energias renováveis em Minas. 

COP 25

Ainda em Madri, o BDMG será o único banco de desenvolvimento regional brasileiro a ter voz nas discussões da COP 25, que termina nesta sexta-feira (13/12). O presidente Sergio Gusmão palestrará em dois fóruns, organizados por instituições internacionais, como o BID e o IDFC – International Development Finance Club. Em pauta, experiências sobre o financiamento de projetos que tem como parâmetro os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, das Nações Unidas. “Estamos diante de uma economia em transformação, ancorada pela sustentabilidade e pela inovação. Há uma grande oferta de ‘créditos verdes’ no mercado internacional e os bancos de desenvolvimento precisam estar sintonizados com um modelo de negócios favorável à captação destes recursos para o financiamento público e privado”, contextualiza o presidente.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *