Matrículas Aberta - Escola Adventista

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

Inicio » Nacional » Cadastro nacional prevê agilidade nas buscas por pessoas desaparecidas

Cadastro nacional prevê agilidade nas buscas por pessoas desaparecidas

Cadastro nacional prevê agilidade nas buscas por pessoas desaparecidas

Agilizar a localização de pessoas que sumiram, por meio do trabalho conjunto entre os órgãos de segurança pública de todo o país. É o que prevê o Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas, criada por lei, pelo governo federal, em março deste ano.

Cadastro nacional prevê agilidade nas buscas por pessoas desaparecidas
Cadastro nacional prevê agilidade nas buscas por pessoas desaparecidas

 

De acordo com o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, em 2018 foram 82.094 casos em todo o país. Os estados com o maior número de queixas no ano passado foram São Paulo (24.366), Rio Grande do Sul (9.090), Minas Gerais (8.594), Paraná (6.952) e Rio de Janeiro (4.619).

Chefe da Divisão de Referência da Pessoa Desaparecida, a delegada Maria Alice Faria garante que, em Belo Horizonte, as ocorrências são apuradas com rigor e por equipes treinadas. “Todas elas são importantes para nós e investigadas da mesma forma”, frisou.

Onde denunciar

Em Minas Gerais, as denúncias podem ser registradas na delegacia virtual, em qualquer unidade da Polícia Civil ou nos batalhões da PM.

Na capital mineira, a recomendação é procurar a Divisão de Referência da Pessoa Desaparecida, localizada na avenida Brasil, 464, no bairro Santa Efigênia, Leste da cidade. Conforme a delegada Maria Alice, no local, os investigadores são preparados para adotar um procedimento padrão que ajuda a desvendar o sumiço da vítima, podendo até agilizar a solução do caso.

“Conversamos com os parentes para tentar entender o que pode ter provocado o desaparecimento. Mas nenhuma informação pode ser omitida pela família, todas as circunstâncias envolvidas devem ser reveladas”, destacou a chefe da unidade.

Já quem tiver informações sobre o paradeiro dessas pessoas deve ligar para o número 0800 2828197.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *