Casa das Apostas Online Betway

Últimas Notícias

SAIBA MAIS AQUI - FAÇA CLICK

MG – Secretário de Saúde de Minas Gerais recomenda que só o comércio essencial funcione em todo o Estado

MG – Secretário de Saúde de Minas Gerais recomenda que só o comércio essencial funcione em todo o Estado

MG – Exatamente 56 dias após o Governo do Estado lançar o programa Minas Consciente, para orientar a retomada econômica nos municípios durante a pandemia, o secretário de Saúde Carlos Eduardo Amaral recomendou que todas as regiões mantenham aberto somente o comércio essencial. A indicação de recuo na flexibilização foi feita em coletiva de imprensa. Minas está na iminência do colapso no atendimento às vítimas de Covid-19, com previsão de esgotamento de vagas nas UTIs da rede pública a partir de amanhã (25). Nessa terça (23), a taxa de ocupação era de 90,66%.

MG - Secretário de Saúde de Minas Gerais recomenda que só o comércio essencial funcione em todo o Estado
MG – Secretário de Saúde de Minas Gerais recomenda que só o comércio essencial funcione em todo o Estado

 

Ontem pelo menos 49 cidades já voltaram atrás, por conta própria, no afrouxamento da quarentena após a explosão dos casos de Covid. Até o último balanço, havia 29.897 confirmações da doença em Minas ­ – 979 delas, em apenas 24 horas. As mortes chegam a 720.

Apesar de Belo Horizonte ser o epicentro da pandemia no Estado, com 4.571 diagnósticos positivos, a interiorização do coronavírus preocupa as autoridades de saúde. O ritmo de contaminação atual é duas vezes maior no restante do território mineiro do que em BH. Boletim epidemiológico mais recente mostra que de 853 municípios, 636, o equivalente a 75%, registram casos de Covid-19. Em 193 cidades já houve pelo menos uma morte.

Para o secretário de Estado de Saúde, é preciso manter o isolamento social. “É o único método aplicado no mundo que deu algum resultado”, disse.

“Outras formas de isolamento tiveram, em algum momento, a explosão de casos. Em Minas, enquanto tivemos um isolamento adequado, conseguimos conter um pouco a transmissão. O isolamento é a única forma de fazermos o acoplamento da assistência ao número de casos”, frisou Carlos Eduardo Amaral.

Segundo ele, o Estado continuará dialogando com os municípios sobre a importância do reforço do isolamento e, apenas se necessário, haverá indicação de lockdown (bloqueio total) às regiões mais críticas. “O lockdown é uma falha do isolamento adequado. Neste momento, indicamos que todas as regiões retornem à Onda Verde (em que apenas comércios essenciais podem abrir). Com isso, evitaríamos o lockdown”, ponderou.

No dia 19, a SES anunciou estar desenvolvendo um protocolo para lockdown. “A gente espera não usar, não é para o Estado todo, mas a gente está desenvolvendo o que deveria acontecer caso tivesse essa necessidade de vir a restringir as atividades e o ir e vir de forma mais efetiva do que a Onda Verde do Minas Consciente”, disse, na ocasião, João Pinho, chefe de gabinete da secretaria. Para ele, vários gestores municipais liberaram comércio e serviços conforme diretrizes próprias, o que teria levado à aceleração da pandemia.

Aviso

  • • Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.
  • • Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *