Empréstimo Consignado para aposentados, pensionistas do INSS

Últimas Notícias
Casa das Apostas Online Betway

Governo de Minas tem vaga aberta com salário que passa de R$ 6 mil; saiba quem pode concorrer

Governo de Minas tem vaga aberta com salário que passa de R$ 6 mil; saiba quem pode concorrer

O Governo de Minas está com inscrições abertas para preencher uma vaga de Superintendente de Avaliação Educacional. O cargo disponível pelo programa Transforma Minas tem remuneração de R$ 6.610, sendo R$ 5.610 de salário e R$ 1 mil de gratificação. Além disso, o selecionado tem direito a plano de saúde e vale-refeição de R$ 47 por dia. A vaga é para a Secretaria de Estado da Educação (SEE). 

Governo de Minas tem vaga aberta com salário que passa de R$ 6 mil; saiba quem pode concorrer
Governo de Minas tem vaga aberta com salário que passa de R$ 6 mil; saiba quem pode concorrer

 

Para concorrer ao posto é preciso ser formado em em administração, engenharia, economia, estatística, matemática, sociologia ou geografia há pelo menos cinco anos. Além disso, os candidatos têm que ter experiência em base de dados e análise estatísticas, e cargos de liderança. As inscrições devem ser feitas neste site, até as 11h59 do próximo dia 19.

Confira abaixo a descrição do cargo

Cargo: Superintendente de Avaliação Educacional
Inscrições até: 19 de agosto
Remuneração: R$ 5.610
Gratificação: R$ 1.000
Auxílio refeição: R$ 47 por dia útil trabalhado
Plano de saúde: opcional com coparticipação
Carga horária: 40 horas semanais, com flexibilidade de entrada, saída e almoço

Transforma Minas

O programa Transforma Minas foi criado para recrutar os profissionais que vão trabalhar em cargos de chefia, direção e superintendência. Desde a sua implantação, em março de 2019, foram disponibilizadas mais de 180 vagas e mais de 30 mil interessados.

Qualquer pessoa que preencha os pré-requisitos e as competências exigidas em cada função pode participar do processo de seleção. As exceções ficam por conta de algumas posições, como as Superintendências Regionais de Ensino, que devem ser preenchidas necessariamente por servidores públicos efetivos – ativos ou inativos das carreiras públicas da Educação.

As etapas de seleção variam de acordo com cada vaga, podendo envolver, além da análise curricular, entrevista por competências, entrevista com especialistas, teste de perfil, dentre outras.

Quer saber as notícias do Jornal Montes Claros em primeira mão? Siga-nos no Facebook @jornamoc, Twitter @jornalmoc e Instagram @jornalmoc.